Após tentativa de furto na Câmara de Goiânia, homem é preso em flagrante

Ele teria ido em busca de emprego, mas levou o celular da presidência da Casa ao deixar o prédio

De 41 anos, Isaías Francisco dos Santos foi preso em flagrante na tarde desta sexta-feira, 10, por tentativa de furto na Câmara de Goiânia. Ele foi detido pela Polícia Militar (PM) e pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) quando deixava o prédio com um aparelho de telefone celular pertencente ao patrimônio da presidência do Legislativo.

Ele foi levado para a Central de Flagrantes, no Setor Cidade Jardim, por homens do efetivo das unidades da PM e da GCM na Câmara de Goiânia. O caso foi registrado e o homem prestou depoimento. O acusado foi ao Legislativo em busca de uma vaga de emprego.

Logo após a saída de Isaías Francisco, um servidor da Câmara de Goiânia percebeu a falta do aparelho de telefone e comunicou o fato à PM e à GCM da Casa. O equipamento foi encontrado na mochila de Isaías, que foi revistado quando deixava a Câmara de Goiânia pela porta principal, no acesso ao prédio pela Avenida Goiás.

“Os serviços prestados pela Guarda Metropolitana e pela Polícia Militar de Goiás no Legislativo têm justamente o objetivo proteger o patrimônio público e, em especial, a segurança de nossos servidores e visitantes. Felizmente, não se tratou de um caso mais grave”, afirmou o presidente da Câmara, Romário Policarpo (Pros).

A mesa diretora da Câmara de Goiânia reforçou, no início deste ano, os procedimentos de segurança para a entrada de visitantes no Legislativo. O acesso às galerias do plenário, por exemplo, é permitido somente após identificação prévia. Os dados são armazenados no banco de dados do Legislativo e ficam disponíveis para consulta posterior, em caso de nova visita.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.