Aliado de Iris, Andrey diz que presidente do IPSM usa de falácias e cometeu erro crasso

Presidente da Câmara questionou postura de Silvio Fernandes, que acusou vereadores de agirem por interesses escusos e atentou para existência de “caixa-preta” na Casa

Aliado do prefeito Iris Rezende (MDB), o presidente da Câmara de Goiânia, Andrey Azeredo (MDB), não se absteve de responder duramente críticas e acusações do presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSM), Silvio Fernandes.

Durante sessão na manhã desa quarta-feira (13), o emedebista questionou a postura de Silvio, que acusou recentemente, via imprensa, os vereadores de agirem pautados por interesses escusos, além de mencionar a existência de uma “caixa-preta” envolvendo a previdência do Legislativo municipal.

“Há um portal na Casa que foi reinaugurado ao passado e que contém todos os dados. Além disso, todos os atos de aposentadoria segue rito normal e são encaminhados para o tribunal de contas. O presidente comete um erro crasso, uma falácia, para não dizer outra coisa”, afirmou Andrey.

O clima de animosidade foi criado após a Casa de leis arquivar projeto de lei da reforma da Previdência municipal, de autoria da prefeitura. Iris chegou a pedir o desarquivamento, mas, em meio a críticas e protesto de servidores, acabou voltando atrás. Agora, deve enviar um novo texto para a apreciação dos legisladores.

Vale lembrar que Silvio Fernandes também é suplente de vereador, e já foi convocado para assumir o mandato do vereador Cabo Senna (PRP), licenciado por questões de saúde. Ele tem até 10 dias úteis para tomar posse ou comunicar desistência. Nos bastidores, é comentado que o auxiliar teme o retorno após a crise instalada.

Deixe um comentário