Alckmin lidera corrida à Presidência em SP; Bolsonaro e Lula empatam

A menos de um ano da eleição, governador teria 23,7% dos votos no Estado

Geraldo Alckmin discursa na 14 ª Convenção Nacional do PSDB, no último sábado (9/12) | Foto George Gianni/ObritoNews

Pesquisas de intenção de voto agora não significam nada, como bem mostrou uma reportagem da edição impressa do Jornal Opção nesta semana. No entanto, podem servir pelo menos de alerta aos pré-candidatos.

Imagina-se que é assim que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vai ler o resultado do último levantamento do Paraná Pesquisas divulgado nesta terça-feira (12/12).

Realizada em 76 municípios paulistas com 2,016 eleitores entre 5 e 9 de dezembro deste ano, a pesquisa de intenção de voto para a Presidência da República mostra o tucano à frente da corrida no Estado, com 23,7% das menções.

Só que a liderança não é nada confortável: Alckmin está apenas três pontos percentuais à frente do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e do ex-presidente Lula (PT) — que teriam 19,9% e 19,4%, respectivamente.

Maior colégio eleitoral e Estado mais desenvolvido do Brasil, São Paulo sempre deu vitórias expressivas ao PSDB nas últimas eleições — incluindo ao próprio Alckmin, que venceu surpreendentemente Lula em 2006, à época da reeleição.

Hoje, o cenário do Paraná Pesquisas — que, ressalte-se, é muito prematuro — mostra que boa parte dos votos do partido pode ter migrado para Bolsonaro, representante da “nova direita”, mesmo no Estado que há mais de 20 anos está sob o comando tucano.

Há quem creia que, quando a corrida eleitoral começar para valer, tal fatia do eleitorado tende a se voltar para o PSDB. Pode ser, mas o que fica é o alerta.

Veja os números:

Geraldo Alckmin (PSDB) – 23,7%
Jair Bolsonaro (PSC) – 19,9%
Lula (PT) – 19,4%
Marina Silva (Rede) – 9,6%
Ciro Gomes (PDT) – 4,6%
Álvaro Dias (Podemos) – 3%
Henrique Meirelles (PSD) – 1%
João Amoêdo (Novo) – 0,4%
Manuela D’Ávila (PCdoB) – 0,4%
Nulo – 14,1%
Indecisos – 3,9%

Nacionalmente

Apesar de liderar a corrida em São Paulo, Alckmin tem aparecido nas pesquisas nacionais sempre na casa de um dígito. Na Datafolha divulgada em outubro, ele teria 3% dos votos; já na pesquisa Ibope, 8%.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Iracema

Será?

Milton

Alckmin não é nada em nível nacional, e não haverá campanha multimilionária suficiente que o tornará presidente, a não ser, é claro, que o Judiciário dê mais um golpe, o que é bem provável.