Agentes interceptam drogas e celulares que seriam levados para dentro de presídio

Ação conseguiu impedir a entrada de mais de 30 aparelhos de celular e ainda três quilos de maconha, além de álcool e outros entorpecentes

Foto: Divulgação / DGAP

Agentes prisionais de Rio Verde, a 238 km de Goiânia, apreenderam três mochilas com produtos ilegais que tinham como destino a unidade prisional da cidade.

A ação na manhã deste domingo (4/3) apreendeu três quilos de maconha, 500 gramas de crack, quatro litros de cachaça, um litro de álcool, 1,5kg de éter em pó, além de 34 aparelhos de telefone celular, 31 carregadores e 33 fones de ouvido.

Segundo informações da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), um dos presos alegou que estava se sentindo mal, mas os agentes acharam a atitude suspeita. Por isso, enquanto o detento era atendido, parte da equipe que estava de plantão fez uma varredura nos arredores da unidade.

Ao notarem uma pessoa suspeita do lado de fora do presídio, foi dada a ordem de parada, mas o homem sacou uma arma de fogo e disparou contra os servidores que revidaram a agressão.

O agressor conseguiu se embrenhar na mata próximo ao local, entretanto os agentes conseguiram apreender com ele três mochilas que continham produtos que seriam levados para dentro do presídio.

Os produtos apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.