Agehab diz que investigação sobre cheques-moradia partiu do próprio Estado

Operação da PC surgiu com base em documentos enviados conjuntamente pela agência e pela Secretaria da Fazenda

Dercap cumpre mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira (5/10) | Foto: Reprodução

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) informou, por meio de nota, que a investigação policial para apurar indícios de irregularidade em emissão de Cheques Mais Moradia foi solicitada pelo próprio Estado, com base em documentos enviados conjuntamente pela Agehab e Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás (Sefaz-GO).

Segundo o órgão, ao detectar as possíveis falhas, a agência solicitou à Sefaz o bloqueio imediato da liberação do crédito, impedindo que houvesse prejuízo ao erário. Administrativamente, abriu procedimento para apurar a suposta irregularidade e instaurou processo administrativo disciplinar contra os servidores envolvidos.

“A Agehab está empenhada na apuração dos fatos, contribuindo com todas as diligências do processo investigativo, como a ocorrida hoje. A Agehab executa o maior programa habitacional de interesse social da história de Goiás. Atua com total transparência e lisura para levar moradia de qualidade às famílias que mais precisam, com programas que servem de modelo a outros Estados e ao governo federal”, versa a nota.

Por fim, a Agehab garante que é a “maior interessada” na apuração de qualquer indício de irregularidade.

Deixe um comentário