Adib Elias quer reformulação do PMDB e diz que expulsões de vereadores do PT foram “grandes exemplos”

Após reunião com peemedebistas, ex-prefeito de Catalão pregou união interna, busca de alianças e sugere que Comissão de Ética que deve decidir futuro de “infiéis”

Adib Elias: PMDB ainda é o maior partido | Foto: Marcello Dantas / Jornal Opção

Adib Elias: PMDB ainda é o maior partido | Foto: Marcello Dantas / Jornal Opção

O PMDB começou 2015 dando provas de que não quer cometer os mesmos erros das últimas eleições em Goiás. Em menos de dois meses, as lideranças do partido têm se movimentado para fortalecer a oposição ao governo estadual.

Embora a divisão entre iristas, friboisistas e descrentes ainda continue, deputados neoeleitos, como José Nelto, Ernesto Roller e Adib Elias, vêm tentando superar as divergências e construir um discurso uníssono que resulte em candidaturas fortes para o ano que vem.

O ex-prefeito de Catalão garante que as medidas tomadas pela legenda têm surtido efeito e sugere que pedidos de expulsão fazem parte do processo: “Defendo o que está sendo feito pela Comissão de Ética. Casos serão analisados e depois votados. É o que tem que ser feito”.

De acordo com Adib, um dos grandes problemas é a quantidade de pessoas que não têm ligação com o partido, que têm “dificuldades”, mas ainda permanecem no PMDB. “Não dá para deixar o partido sangrando, errando, ‘judiado’ e cada vez mais aniquilado como ficou nos últimos anos”, lamenta.

As expulsões dos vereadores Tayrone di Martino e Felisberto Tavares do PT foram consideradas “grandes exemplos” por ele. “Nós precisamos, verdadeiramente, deixar o partido armado para as próximas eleições. Mesmo depois de cinco derrotas em Goiás, o PMDB continua sendo partido de maior capilaridade do Estado”, ressalta ele.

Questionado sobre as eleições municipais em Goiânia — o reduto do PMDB em Goiás –, Adib Elias é tachativo: “Minha opinião pessoal é de que o PMDB da capital não pode viver ‘a reboque de ninguém’. Temos que ter candidatura própria”.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.