ABC leva demandas para expansão do sinal digital da nova TBC ao ministro das Comunicações

Encontro contou com presença do governador José Eliton, do ex-governador Marconi Perillo, do presidente da ABC, João Bosco Bittencourt, e do ministro Gilberto Kassab

Reprodução

Junto do governador José Eliton e do ex-governador Marconi Perillo, o presidente da Agência Brasil Central (ABC), o jornalista João Bosco Bittencourt, se reuniu com o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, nesta quarta-feira (20/6), para tratar de processos de expansão da ABC que aguardam a análise técnica do ministério.

O encontro, que foi realizado em Brasília, teve como um dos destaques o interesse da nova TV Brasil Central (TBC) em atuar de modo digital nas cidades de Rio Verde, Luziânia, Cristalina, Águas Lindas, Cidade Ocidental, Valparaíso e Novo Gama.

O presidente da ABC levou mais de 150 processos, que estão esperando análise do ministério, sobre consignação de canal de radiofrequência para transmissão digital de Serviços de Retransmissão de Televisão. Essa etapa, de consignação, ocorre somente após a Anatel indicar ao Ministério das Comunicações o canal digital a ser utilizado pela entidade.

Uma vez atribuído e consignado o canal, a geradora celebra instrumento contratual com a União, por intermédio do Ministério das Comunicações, que altera o seu contrato original de outorga. Este contrato estabelece, entre outras cláusulas, o prazo para utilização plena do canal e as condições técnicas mínimas para execução do serviço.

Nos processos apresentados ao ministério, a ABC solicita a continuação de prestação de serviços em 16 cidades, solicita autorização para atuar em outras 24 e pede a regularização da atuação em 23 cidades, além de solicitação de desligamento voluntário do sinal analógico.

O ministro Gilberto Kassab se colocou à disposição para ajudar nos projetos da ABC e garantiu que dará prosseguimento nas análises que faltam.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.