Abandonado, Jardim Botânico passa por reforma organizada por cooperativas

Sindicato do setor (OCB) assinou convênio com a Prefeitura de Goiânia para deixar o local em condições de uso ao cidadão

A revitalização do Jardim Botânico é custeada por uma organização de cooperativas | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O Sindicato e Organização das Cooperativas de Goiás (OCB) paga pela reforma do parque Jardim Botânico, o maior em área verde de Goiânia. O convênio assinado com a Prefeitura de Goiânia no mês passado possibilitou a cooperativas ligadas ao meio ambiente assumirem as obras de revitalização do parque.

O presidente da OCB de Goiás, Luís Alberto Pereira, encontrou as estruturas de alvenaria do local sucateadas, principalmente no anfiteatro e no viveiro.

Pereira diz que o interesse da OCB é assumir projetos socioeconômicos e ambientais, que “está no DNA das cooperativas”.

A cada ano a entidade define um tema para buscar parcerias. A de 2019 é o Meio Ambiente, por isso o Jardim Botânico foi escolhido para a reforma. Mas Pereira ressalta que o objetivo é maior que a reforma: dar visibilidade aos problemas ambientais.

“Encontramos equipamentos deteriorados, basicamente na estrutura física, como o anfiteatro e o viveiro”, diz Pereira. A reforma será concluída no dia 6 de julho, acompanhada de uma confraternização entre as cooperativas e a população, no próprio parque.

Os organizadores preparam diversas atividades para os usuários do parque, com destaque para a doação de sangue e fraldas geriátricas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.