600 quilos de maconha são apreendidos pela PRF em rodovias federais de Goiás

Um carro transportando meia tonelada da droga foi interceptado na BR 060, próximo a Indiara

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 600 quilos de maconha na noite de quinta, feira, 30, nas rodovias federais que cortam Goiás. Um carro transportando meia tonelada da droga foi interceptado na BR 060, próximo a Indiara, e em fiscalizações a ônibus em Goiânia e Uruaçu, outros 100 quilos de maconha foram apreendidos.

Uma equipe da PRF que realizava o policiamento da BR 060 avistou um VW Polo ocupado por um casal e quando deu ordem de parada, o veículo acelerou e fugiu. Durante a fuga, o condutor fez uma manobra brusca em direção à faixa de domínio propositadamente, onde o veículo caiu de uma altura de cerca de seis metros e capotou.

Aproximadamente 500 quilos de maconha que estavam dentro do carro se espalharam em diversos tabletes pela vegetação. O condutor, de 20 anos, e a passageira, 22, tiveram ferimentos leves e foram socorridos pela PRF e Corpo de Bombeiros, encaminhados para receber socorro médico na unidade de saúde de Indiara. O casal disse que pegou a droga em Campo Grande/MS e levaria até a Capital Federal.

Apreensões em ônibus

Em Goiânia, ainda na BR 060, mas na saída para Anápolis, outra equipe PRF fiscalizava um ônibus que seguia para Belém/PA quando localizou 50 quilos de maconha nas bagagens de um dos passageiros.

No início da noite foi na BR 153, na unidade operacional de Uruaçu, região norte de Goiás, policiais rodoviários federais fiscalizavam um ônibus interestadual quando suspeitaram de duas caixas bastante pesadas. Ao abrir as caixas, os policiais se depararam com pimentas in natura cobrindo as barras de maconha, que totalizaram 52 quilos. O proprietário, um homem de 28 anos, informou ter pego a droga em Goiânia para levar até a cidade de Balsas/MA.

Em ambos os casos os passageiros foram presos e conduzidos à polícia civil local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.