4ª edição da Operação Mata Atlântica em Pé é encerrada com R$ 530 mil de multas em Goiás

Operação tem intuito de conter desmatamento e proteger as regiões de floresta que integram bioma da Mata Atlântica. No Estado foi constatado desmate irregular em 96,8 hectares

Foto: Reprodução | Agência Brasil.

Em Goiás, a 4ª edição da Operação Mata Atlântica em Pé resultou na autuação de 5 propriedades por constatação de desmate irregular, num total de 96,8 hectares. As multas aplicadas somaram R$ 530 mil.

A operação tem o intuito de conter desmatamento e proteger as regiões de floresta que integram o bioma da Mata Atlântica. O balanço dos resultados da ação nacional realizada por Ministérios Públicos de 17 Estados será divulgado nesta sexta-feira, 2, às 15 horas, em uma live aberta para todos os interessados.

A ação contou com atuação da coordenação da Área do Meio Ambiente e Consumidor do Centro de Apoio Operacional (CAO) do MP-GO e teve parceria da Superintendência Regional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A operação utiliza ferramentas tecnológicas para obtenção de imagens de satélite, dessa forma é facilitada a definição dos polígonos de desmatamento fiscalizados durante a operação. Os dados obtidos a partir das imagens podem ser cruzados com o Cadastro Ambiental Rural, identificando-se assim os proprietários dos terrenos. Isso viabiliza a lavratura de autos de infração e termos de embargo por via remota.

Regiões de Goiás

A ofensiva fiscalizatória foi realizada nas regiões de Itumbiara, Morrinhos, Buriti Alegre, Água Limpa e Corumbaíba. Ao todo, foram vistoriadas 10 propriedades, no período entre 21 e 25 de setembro, com o objetivo de combater o desmatamento ilegal do bioma, com supressão de vegetação nativa.

“Como em anos anteriores, na parceria do MP-GO com o Ibama, garantimos a participação na operação nacional, demonstrando o engajamento na proteção ambiental em todo o País, com o objetivo de preservar o meio ambiente para as presentes e futuras gerações. Esse é o compromisso firme da instituição”, ressaltou o coordenador da Área do Meio Ambiente e Consumidor do MP-GO, Delson Leone Júnior.

Área de preservação

Participaram da operação os MPs de todos os Estados brasileiros que abrigam o bioma da Mata Atlântica: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

O bioma, que ocupa uma área de 1.110.182 km², equivalente a 13,04% do território nacional, é um dos sistemas mais explorados e devastados pela ocupação humana: cerca de 70% da população brasileira vive em território antes coberto por ela.

Estima-se que apenas 12% da vegetação original esteja preservada, 80% disso mantidos em propriedades particulares. É um dos biomas com maior diversidade de espécies de fauna e flora – tanto que alguns trechos da floresta são declarados Patrimônio Natural Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.