TRE do Tocantins define calendário da eleição suplementar

Eleição tampão foi mantida para o dia 3 de junho e prazos eleitorais foram reduzidos

Após o julgamento dos Embargos Declaratórios, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na terça-feira (17), que confirmou a cassação do governador Marcelo Miranda (MDB) e sua vice, Claudia Lelis (PV), os membros do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins se reuniram na manhã desta quinta-feira (19), e redefiniram o calendário, bem como readequaram os prazos das eleições suplementares, que visa suprir os cargos, ora em vacância.

A data do pleito foi mantida: primeiro domingo do mês de junho, dia 3. Se houver segundo turno, ocorrerá no último domingo do mesmo mês, 24. O candidato eleito na votação suplementar fica no cargo até dezembro e a projeção é que esta eleição custe aproximadamente R$ 15 milhões aos cofres públicos.

Durante a sessão extraordinária, o presidente do TRE, desembargador Marcos Vilas Boas, justificou a necessidade de modificação no calendário. “Tínhamos um calendário realizado com amplos estudos e de forma segura para que tudo acontecesse de forma tranquila. Mas tiveram os recursos, que demorou um pouco para ser julgado. Em relação às resoluções anteriores a única coisa que modifica são os prazos.”

Até a homologação da eleição suplementar, a regra constitucional prevê que o presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse (PHS), assuma o cargo como governador interino e poderá, inclusive, se candidatar na “eleição tampão”. Ele anda aguarda a notificação do TRE para assumir o comando do Palácio Araguaia.

Confira abaixo a íntegra do calendário das eleições suplementares do Tocantins divulgada pelo TRE-TO:

1º Turno

21 e 22 de abril – Convenção;
23 de abril – Registro da candidatura – Prazo final (19 horas);
24 de abril – Início da propaganda eleitoral;
18 de maio – Prazo máximo para julgamento do registro de candidatura;
22 de maio – Prazo máximo para substituição do candidato (respeitando o prazo de 12 dias antes da eleição);
02 de junho – Termino da propaganda eleitoral (primeiro turno);
03 de junho – Eleições Suplementares

2º Turno

04 de junho – Início da propaganda eleitoral;
23 de junho – Termino da propaganda eleitoral;
24 de junho – Eleições.

Deixe um comentário