Prefeitos de Araguanã e Marianópolis renunciam aos cargos

Os prefeitos de Araguanã, Fernando Luiz dos Santos (PSD), e de Marianópolis do Tocantins, José de Andrade Pádua (PTB), entregaram os cargos aos vices, Hernandes da Areia (PSB) e Isaias Dias Piagem (PTB), respectivamente, após o pedido de renúncia no último dia útil de 2017, alegando dificuldades para conseguir recursos e problemas pessoais.

Em Araguanã, a cerimônia de posse, que contou com a presença do deputado federal Lázaro Botelho e sua mulher, a deputada estadual Valderez Castelo Branco, ambos do PP, ocorreu na quarta-feira, 3. “Vamos investir nas áreas de turismo e esporte que precisam da nossa atenção”, disse o novo prefeito em discurso.

Em contrapartida, o ex-prefeito, presente ao evento, se mostrou bastante decepcionado com a política. “O homem público não tem credibilidade para nada neste país, não tem respaldo. Fico indignado”, afirmou Fernando. Segundo ele, os recursos que entram não são suficientes para pagar as despesas do município.

Para piorar, constatou o ex-prefeito, as despesas aumentam constantemente, enquanto os repasses só diminuem. “Nossa única fonte de recursos, como da maioria das prefeituras, é o FPM, e tudo triplica de preço, e o FPM só reduz, e como vamos sair disso?”, questionou. “Cada dia a situação piora, uma responsabilidade deste tamanho em troca do quê? De cadeia?”, perguntou, numa referência à cobrança rigorosa dos órgãos de fiscalização. “Entrei para fazer a diferença, nossa administração é transparente, mas não há melhora nenhuma nas perspectivas.”

Em Marianópolis, a cerimônia de posse foi na terça-feira, 2. O novo gestor, Isaias Piagem, informou que a primeira ação prioritária será a economicidade. “Vamos tentar enxugar os gastos e sanar as dívidas para depois conseguir tocar as obras pela cidade.”

Deixe um comentário