Ministro assina ordem para retomada da Ponte de Xambioá-São Geraldo

Obra lançada em 2017 está orçada em torno de R$ 160 milhões e terá 1.720 metros de extensão, ligando os Estados do Tocantins e do Pará

Travessia de balsa entre os dois municípios | Foto: Divulgação

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinou na quinta-feira, 29, a ordem de serviço para início das obras da ponte entre Xambioá e São Geraldo do Araguaia, que contará com 1.720 metros de extensão e vai ligar o Tocantins ao Pará. A obra estava embargada após liminar deferida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), logo após seu lançamento, em 2017, pelo então presidente Michel Temer.

Após decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, suspendendo os efeitos da liminar, o governo federal autorizou o início da construção da ponte. Para Noronha, “a suspensão de obras públicas não deve ser louvada apenas em suposta ameaça de grave lesão à ordem jurídica, além de que o potencial lesivo à ordem pública e econômica deve ser demonstrado de forma inequívoca”.

A obra está orçada em torno de R$ 160 milhões, os quais foram assegurados via emenda dos congressistas tocantinenses, ao Orçamento da União. Deste valor, R$ 30 milhões já estão disponíveis para utilização. Embora a bancada do Pará não tenha comparecido ao ato com o ministro, há o compromisso público dos deputados daquele Estado de também contribuírem com a construção da ponte, que é uma das plataformas do governador paraense, Hélder Barbalho (MDB).

O ministro Freitas garantiu à bancada tocantinense que a ponte estará pronta ainda neste mandato do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Ele explicou que a  empresa tem até seis meses para entregar o projeto, mas, com o objetivo de agilizar a execução, os canteiros de obra já serão iniciados imediatamente. 

A solenidade contou a participação de parte da bancada federal do Tocantins, entre os quais, os deputados Tiago Dimas (SD), Dulce Miranda (MDB), Eli Borges (SD), Vicentinho Júnior (PL) e Carlos Gaguim (DEM).

Em que pese não estar presente na solenidade, a deputada federal Professora Dorinha (DEM) afirmou que a obra é fruto de grande empenho da bancada. “A ponte de Xambioá é uma das obras estruturantes mais aguardadas pelo estado. A bancada destinou emenda impositiva que garante mais de 50% da execução da obra. Desde então ocorreram contingenciamentos e alguns entraves jurídicos e a bancada vem lutando junto ao governo federal para garantir a liberação de recursos. A assinatura da ordem de serviço é sem dúvida motivo de grande comemoração para todos”, afirmou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.