Ministério Público requer explicações sobre demora no envio de doses da CoronaVac aos municípios

Promotores querem saber o motivo da demora na distribuição aos municípios, a data em que ocorrerá o repasse, a quantidade a ser direcionada a cada cidade e as estratégias a serem adotadas

O Ministério Público do Tocantins encaminhou pedido de esclarecimentos à Secretaria Estadual da Saúde (SES), na quinta-feira, 27, sobre a demora na distribuição de vacinas CoronaVac, haja vista a informação de que haveria doses retidas na Secretaria, enquanto alguns municípios estão com a aplicação da segunda dose em atraso por falta do imunizante.

No pedido de informações, o MPTO requereu que fosse esclarecido o motivo da demora na distribuição aos municípios, a data em que ocorrerá o repasse, a quantidade a ser direcionada a cada cidade e as estratégias a serem adotadas, sob coordenação da SES, para a busca ativa da população que aguarda a vacinação.

O que diz a Secretaria:

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), esclarece que, antes da paralisação da produção de vacinas pelo Instituto Butantan/Coronavac – em razão da falta de IFA – foram distribuídas TODAS  as doses para a aplicação das segundas doses – D2 do imunizante Coronavac aos 139 municípios, em tempo hábil para complementação do esquema vacinal.

Entretanto, alguns municípios relatam que as doses distribuídas não foram suficientes para atender todo o público. No total, 87 municípios, seguindo a recomendação do Ministério da Saúde (MS) aplicaram – equivocadamente – as doses da 7ª, 8ª e 9ª pauta como sendo D1. Neste momento, tais Secretarias Municipais estão à espera da 2ª dose (D2) para completar o esquema vacinal e o processo de imunização. 

Para atendê-los, a SES usará parte do estoque estratégico e da reserva técnica para atender a população que aguarda a segunda dose da vacina, que serão entregues aos municípios a partir de segunda-feira, 31.

Palmas/TO, 27 de maio de 2021

Secretaria de Estado da Saúde

Governo do Tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.