Governo do Tocantins reduz mais de R$ 125 milhões em gastos no primeiro semestre

Valor representa uma redução de 17,2% nas despesas do governo do Tocantins

Foto: Antonio Gonçalves/ Governo do Tocantins

Indicadores da Secretaria de Estado da Fazenda e do Planejamento (Sefaz) mostram uma economia de R$ 125,4 milhões com despesas de custeio da máquina pública nos seis primeiros meses de 2019 em comparação ao mesmo período do ano passado. Isto representa uma redução de 17,2% desses gastos no governo do Tocantins.

Os números levantados pela Sefaz contabilizam os elementos de despesas com diárias civis e militares, material de consumo, passagens, serviços de terceiros (pessoa física), locação de mão de obra, serviço de terceiros (pessoa jurídica), despesa exercício anterior e demais gastos. Os valores que em 2018 somavam R$ 729.058.228 reduziram para R$ 603.579.766.

Com o pagamento de diárias civis e militares, a redução foi de 50,8%, passando de R$ 6.842.723 em 2018 para R$ 3.366.127 neste ano. Com material de consumo, diminuiu 38,5%, de R$ 76.491.366 para R$ 47.005.929.

Os gastos com passagens tiveram queda de 53,6%, passando de R$ 25.418.452 no ano passado para R$ 11.793.072 em 2019. Serviços de Pessoa Física reduziram 32,7%, de R$ 3.719.611 (2018) para R$ 2.502.147 (2019) e Serviços de Pessoa Jurídica tiveram queda de 27%, de R$ 219.425.373 no ano passado para R$ 160.247.164 neste ano.

Também houve redução de 28,7% com locação de mão de obra, passando de R$ 1.396.067 (2018) para R$ 994.853 (2019). Despesas de Exercício Anterior caíram 8,5%, de R$ 230.127.746 em 2018 para R$ 210.572.123 neste ano e “Demais Despesas” tiveram pequeno aumento de 0,9%, passando de R$ 165.636.889 (2018) para R$ 167.098.352 em 2019.

O governo do Tocantins também conseguiu redução de gastos com combustíveis, gêneros alimentícios, locação de imóveis, locação de veículos, energia elétrica, água, telefonia fixa e móvel nos seis primeiros meses de 2019 em comparação ao mesmo período de 2018.

Gastos com combustíveis caíram 48,9%, eram R$ 12.644.547 em 2018 e passaram para R$ 6.459.886 em 2019. Com gêneros alimentícios, a redução foi de 64%, indo de R$ 7.794.704 (2018) para R$ 2.806.107 (2019).

Já com locação de imóveis eram gastos nos seis primeiros meses de 2018 R$ 6.185.667. E neste ano foram R$ 3.130.407, uma redução de 49,4%. Com locação de veículos, a queda foi de 74%, indo de R$ 8.522.834 (2018) para R$ 2.218.050 (2019).

Gastos com telefonia fixa e móvel tiveram redução de 29,4%, de R$ 2.631.786 no ano passado para R$ 1.858.226 neste ano. A redução com gastos de água foi de 2,5%, passando de R$ 4.543.911 (2018) para R$ 4.429.480 (2019). Com energia elétrica, o governo economizou 3,5%, indo R$ 13.680.032 em 2018 para R$ 13.197.426 em 2019.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.