A Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt), promove nesta quarta-feira, 7, a II Manhã de Ciência, Tecnologia e Inovação. O momento visa explanar os investimentos aplicados na pasta, o crescimento da pesquisa no Tocantins e celebrar a quantia de R$ 8,2 milhões que serão investidos no lançamento de três novos editais. Esse ano foi o recorde de investimento destinado ao nicho pelo Governo do Estado em toda a história. O evento ocorre no Palácio do Araguaia, a partir das 9 horas. O encontro contará com a presença de representantes do Governo do Tocantins, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Finep e CNPq.

Entre as pautas da manhã, estão os avanços da ciência, tecnologia e inovação tocantinense; a construção do Centro de Inovação no Parque Tecnológico e o lançamento de três editais de pesquisa, sendo eles: Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (Pibic) da Fapt; Programa de Apoio à Fixação de Jovens Doutores no Tocantins (Fapt/CNPq) e Programa Centelha TO (Fapt/Finep), além da assinatura do termo de outorga do edital Amazonia +10.

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins, Márcio Silveira, explica que o evento será histórico, já que o dinheiro destinado constitucionalmente à ciência, tecnologia e inovação que antes não vinha sendo usado, agora está sendo aplicado de maneira digna, adequada e justa. “É gratificante pois isto é a representação de que o governo acredita que a área é um vetor de desenvolvimento científico e tecnológico para o Tocantins e de que não tem como o Estado se desenvolver sem este investimento. Não conheço nenhum país ou região, mundialmente falando, que tenha se desenvolvido sem a colaboração crítica e criativa da ciência, tecnologia e inovação”, detalha.

Márcio pontua ainda que será um momento de prestação de contas e comemorações para toda a sociedade e comunidade científica. “A equipe Fapt trabalhou fortemente durante todo o ano, agora, temos a oportunidade de demonstrar os resultados de nossos esforços e principalmente de mostrar para quem acreditou, que vale a pena acreditar e continuar investindo na área”, finaliza o presidente.

Programa de Apoio à Fixação de Jovens Doutores no Tocantins

Tem como objetivo apoiar projetos de pesquisa que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação de áreas estratégicas para o estado do Tocantins. Isto, por meio da concessão de bolsas e auxílio à pesquisa para jovens doutores em todas as áreas do conhecimento.

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica 

Compreende a realização de projetos de pesquisa por alunos de graduação com apoio de um professor orientador. Este programa é especialmente indicado para aqueles que demonstraram seu talento e vocação para pesquisa, tendo participado dos programas Conexão Local e/ou Residência em Pesquisa.

Programa Centelha

Visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Brasil. Aos projetos selecionados, o programa oferece capacitações, recursos financeiros e outros tipos de suporte, a fim de impulsionar a transformação de ideias em negócios de sucesso.

Edital Amazônia +10

A Iniciativa Amazônia +10 é um programa de desenvolvimento de Ciência, Tecnologia & Inovação construído pelas Fundações de Amparo à Pesquisa signatárias, organizada no âmbito do Conselho Nacional de Fundações de Amparo à Pesquisa Estaduais (Confap). O edital visa promover o fortalecimento de ações concretas, em âmbito regional, mas com potencial de replicação. Instituições e pesquisadores do Tocantins tiveram cinco propostas selecionadas.