Morreu na tarde desta quarta-feira, 8, o ex-presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), e ex-prefeito de Brasilândia, João Emídio, 62 anos. João Emídio foi três vezes premiado nacionalmente pelas boas práticas de gestão em Brasilândia, que teve oportunidade de governar por quatro mandados. Brasilândia é um pequeno município da região centro-norte do Estado, a 242 quilômetros de Palmas. O ex-prefeito deixa três filhos e uma neta.

João Emídio estava em Palmas e viajou pela manhã para sua fazenda em Brasilândia. Por volta do meio dia passou mal e veio a falecer, vítima de infarto. Em nota de pesar, o governador Wanderlei Barbosa (Republicanos) afirmou que João Emídio “deixa um brilhante legado como cidadão e político, de dedicação da sua vida em benefício do próximo, de sua região e de todo o Tocantins”.

O presidente da ATM, Diogo Borges, afirmou que a gestão de João Emídio à frente da entidade “foi marcada pelo retorno da representatividade institucional em defesa dos municípios tocantinenses perante os governos e as instituições públicas e privadas”. “Cobranças aos demais entes federativos relacionadas aos programas conveniados, acompanhamento de alterações legislativas de impacto aos municípios, em âmbito estadual e federal, além de fomentar e favorecer as potencialidades dos municípios”, disse Borges por meio de nota.

Nota de pesar

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, lamenta profundamente o falecimento do ex-prefeito de Brasilândia João Emídio Felipe de Miranda, ocorrido nesta quarta-feira, 8.

João Emídio, tocantinense de Tupiratins, deixa um brilhante legado como cidadão e político, de dedicação da sua vida em benefício do próximo, de sua região e de todo o Tocantins. Até então, ocupava o cargo de assessor especial do Gabinete do Governador.

Agrônomo por formação, João Emídio foi político atuante à frente de gestões do município de Brasilândia por cinco mandatos, quatro como prefeito e um como vice. Também foi presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) de 2015 a 2017. Exemplo de gestor, foi três vezes premiado nacionalmente pelas experiências exitosas na gestão da merenda escolar e por duas vezes recebeu o Selo Unicef Município Aprovado, em 2013 e 2016, em reconhecimento às ações que culminaram na melhoria de indicadores nas áreas de saúde, educação, esporte e cidadania. Fica, além da saudade, o exemplo de homem público comprometido com sua cidade, sua região e com todo o estado do Tocantins.

João Emídio Felipe de Miranda tinha 62 anos e deixa três filhos e uma neta, para quem o governador Wanderlei Barbosa deseja que nosso Deus eterno se faça presente em seus corações neste momento de luto.

Wanderlei Barbosa
Governador do Estado do Tocantins