Desrespeito à fila de vacinação contra Covid-19 em Peixe é investigado

A investigação busca saber se Edson Filho, superintendente executivo hospitalar, teria furado fila

O Ministério Público do Tocantins  instaurou na sexta-feira, 12, Inquérito Civil Público para apurar eventual responsabilidade do prefeito Cezinha (MDB), da secretária municipal de Saúde e do superintendente executivo hospitalar, em suposto caso de desrespeito à ordem de prioridade da vacinação contra Covid-19, no município de Peixe.

A investigação busca saber se Edson Filho, superintendente executivo hospitalar, teria furado fila da vacina contra Covid-19, em detrimento de idosos e outros profissionais da saúde da linha de frente no município. Também será apurado se ele tem aptidão para ocupar cargo tão importante durante a pandemia e desde quando encontra-se nesta função. 

Entre as diligências, foi requisitado ao prefeito que preste informações acerca dos fatos no prazo de 10 dias, encaminhando também o procedimento administrativo relacionado à nomeação de Edson Filho e os demais documentos especificando as fases de vacinação no município e em qual das categorias o referido servidor se enquadra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.