Deputados querem mais unidades de colégios militares

Tocantins conta com 11 unidades instaladas e governo do Estado anunciou que pretende ampliar para 30 o número de unidades no próximo ano

Antônio Andrade, presidente da Asleto | Foto: Asleto

O presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (AL-TO), deputado Antonio Andrade (PHS), defendeu a implantação de pelo menos um Colégio Militar em cada um dos municípios do Estado do Tocantins. Ante as dificuldades, como também escassez orçamentária, o presidente apresentou dois requerimentos solicitando ao Governo do Estado e à Secretaria de Educação, Juventude e Esportes (Seduc), a implantação de duas unidades do colégio Militar: Dianópolis e Paranã.

Antonio Andrade justificou que os colégios têm contribuído positivamente para a vida acadêmica dos estudantes, alcançando melhorias principalmente na disciplina dos alunos, dentro e fora do ambiente escolar. Ele destacou ainda que o trabalho desenvolvido pelos professores e servidores da Educação (SEDUC) não sofrem interferência, ficando a cargo dos militares a parte administrativa, cívica e disciplinar.

Já o deputado estadual Léo Barbosa (SD) fez a mesma solicitação, visando a implantação de uma Unidade do Colégio da Polícia Militar em Taquaralto, na região sul de Palmas. Atualmente há duas unidades implantadas na capital, uma na quadra 604 Sul e outra na quadra 206 Norte, que atendem ensino fundamental e médio, respectivamente. De acordo com o parlamentar, a instalação de mais um colégio, agora em Taquaralto, proporcionará melhor atendimento à comunidade das Aurenys, bairros próximos, Assentamentos e Taquaruçu.

Barbosa destaca que os colégios militares são instituições de ensino que apresentam bom desempenho em avaliações nacionais e que muitas famílias aprovam a metodologia utilizada neles. “Os colégios militares aliam a formação pedagógica aos princípios da hierarquia e disciplina, e os resultados positivos são visíveis nas notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”, ressaltou.

Atualmente o Tocantins conta com 11 unidades efetivamente instaladas de colégios militares, entretanto, o governo do Estado afirmou, em evento de comemoração dos 10 anos da criação dos colégios, que pretende ampliar para 30 o número de unidades no próximo ano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.