Com Interconf, Sebrae fomenta inovação do agronegócio

Evento acontece dentro da programação da Goiás Genética, dando origem ao projeto “O Brasil Pecuário Acontece Aqui”

Da esquerda para a direita,Wagner Miranda, Pedro Merola e Maurício Velloso: pecuaristas animados com os resultados vindouros do Interconfi

Marcelo mariano

Goiânia sediará, nos próximos dias 18 e 19 de setembro, a Con­ferência Interna­cional de Pecuaristas (Interconf), que tem como objetivo promover, através de uma visão holística, uma estratégia de longo prazo para o negócio pecuário e estabelecer uma ligação entre o produtor e a sociedade, de forma que seja possível promover uma integração e identificação entre produção e consumidor final.

O evento será realizado dentro da programação da Goiás Genética e tem o apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Goiás (Sebrae-GO), além do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás) e da Empresa Brasi­leira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Presidente da Associação Goiana dos Criadores de Zebu (AGCZ), Wagner Miranda explica que a junção da Goiás Genética e do Interconf deu origem ao projeto “O Brasil Pecuário acontece aqui”, juntando a pesquisa de melhoramento genético de bovinos com a exposição dos ganhos na terminação e confinamento desses animais. Com uma estrutura especial, que conta com um auditório climatizado para 600 pessoas, o produtor, segundo Wagner, será muito bem-vindo e terá acesso a informações de qualidade por meio de uma riqueza imensa de palestras.

Pedro Merola, proprietário do Confinamento Santa Fé, explica que o seu negócio trabalha com o confinamento de bois de terceiros. “Prestamos serviços para os parceiros pecuários, valorizando a ideia de unir forças e trabalhar em conjunto”, diz. Para ele, o Interconf surge como uma oportunidade de aprender por meio das discussões e palestras de alto nível. “É um evento que ninguém pode perder”, frisa o agropecuarista.

O Confinamento Santa Fé surgiu em 1984, mas foi só no ano de 2008 que Pedro Merola assumiu o comando. Em parceria com o Sebrae-Go, já participou, no passado, de treinamentos de funcionários. Ele salienta que foi uma ótima experiência e, por isso, acredita que o Interconf também será proveitoso.

Maurício Velloso exerce, desde fevereiro de 2014, a função de presidente da Comissão de Pecuarista de Corte da Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg). Além disso, é engenheiro agrônomo, consultor na área de gerenciamento de pastagem e pecuarista de leite e de corte. Maurício possui boas expectativas com o Interconf, que, anteriormente, era realizado separadamente da Goiás Genética e em dias muito próximos. “Era necessário escolher em qual ir. Agora, atingimos um patamar de maturidade muito interessante ao conseguir transformar esses eventos tradicionalmente concorrentes em eventos complementares”, ressalta. De acordo com ele, as entidades passaram a enxergar que, acima delas, existem a pecuária e o pecuarista nacionais, passando a ser, dessa forma, contemplados e encarados como mais importantes.

Segundo Maurício, o Sebrae-Go tem sido o maior e melhor parceiro do Sistema Faeg Senai e para toda a classe pecuarista, haja vista que todas as atividades proostas nas áreas de educação, tecnologia, formação de mão de obra e capacitação de funcionários foram aceitas e incorporadas. Ao enfatizar o seu agradecimento pela instituição em questão, Maurício lembra de uma missão de pecuaristas trazidos pelo Sebrae de Roraima há poucos dias. Na ocasião, o presidente da Comissão de Pecuarista de Corte da Faeg passou uma semana mostrando o que a pecuária de Goiás tem para oferecer ao restando do Brasil.

Goiás Genética

A Goiás Genética é a maior feira dedicada ao melhoramento genético do Zebu no Centro-Oeste e uma das mais importantes do País. Com a presença de especialistas renomados, está prevista, na exposição, a ampliação de um maior número de raça na, apresentando, assim, todas as novidades do mercado.

A programação do evento que contempla o Interconf e a Goiás Genética foi especialmente elaborada para potencializar as atividades da pecuária no Estado, com painéis acerca do mercado e técnicas do setor; de mercado para alinhamento geral sobre onde o Brasil está no momento e qual a expectativa de futuro; como está comportando o mercado de commodities agropecuárias e as expectativas dos participantes; regulamentações e visões de futuro, onde serão discutidas questões a respeito de entraves legais, principalmente no quesito sustentabilidade, amenizando os impactos ambientais da pecuária brasileira e potencializando a busca de novos mercados a fim de aumentar a qualidade dos produtos, com um novo olhar de responsabilidade ambiental e sustentável.

Haverá ainda um painel técnico com estudos de caso, ideias, técnicas e tecnologias, inspirando os participantes, para almejar o aumento da produtividade sustentável e uma melhor rentabilidade na fazenda. Ademais, nos dias 20 a 23 de setembro, continuarão acontecendo diversas palestras, abordando temas como eficiência alimentar, suplementação estratégica, integração lavoura-pecuária-floresta e outros assuntos da cadeia, bem como visitação aos pavilhões dos animais avaliados pelos programas e realização e leilões.

“O produtor rural pode contar com o Sebrae”, diz diretor

Agma Couto: “O esperado é termos produto com maior qualidade”; Wanderson Portugal Lemos: “O Sebrae atua de forma a cumprir sua missão de fomentar pequenos negócos, sejam eles na cidade ou no campo”

O fator Sebrae

Agma Couto, gestora de Projeto Rural do Sebrae-Go, chama a atenção para o papel da referida organização na Goiás Genética e no Interconf: fomentar a inovação do agronegócio em Goiás, gerando aumento da produtividade do agronegócio e a expansão da sua comercialização por meio de uma gama de consultorias que atenda às necessidades deste segmento. “Temos à disposição capacitações em diversos temas desde gestão, comercialização e acesos a mercado. Contamos com consultorias de inovação tecnologia abrangendo melhoramento genético, controle nutricional, melhoria no processo de inseminação, melhoramento de pastejo, controle sanitário, qualidade do leite, criação e bezerros, cria e recria de animais”, pontua.

A expectativa do Sebrae-Go é solidificar a aproximação dos participantes com os assuntos que serão tratados nestes dias, onde todos poderão ampliar suas redes de contatos, promover a troca de informações com os melhores profissionais do ramo, debater as experiências de sucesso e, acima de tudo, como melhorar o processo produtivo. “O esperado é termos produto com maior qualidade, agregando ganho de produtividade e um retorno econômico financeiro para o empresário rural, seja gado de corte ou de leite. Com relação ao confinamento, a melhoria da produtividade e qualidade da carne para o consumo final”, expressa.

Confira a fala do Diretor Técnico do Sebrae-Go, Wanderson Portugal Lemos:

“Os produtores rurais em Goiás vão ter a oportunidade de atualizar seus conhecimentos durante esta semana com a realização do Interconf e da Goiás Genética. O Sebrae é parceiro na realização dos eventos e está presente ao lado dos produtores para que possam se beneficiar das soluções da instituição voltadas para o empreendedor rural.

O empreendimento rural exige muita dedicação, trabalho, investimento, mas também requer conhecimento, inovação e tecnologia para que os produtos e serviços oferecidos tenham cada vez mais qualidade e valor agregado. O Sebrae atua de forma a cumprir com a sua missão de fomentar os pequenos negócios, estejam eles na cidade ou no campo, e conduz suas atividades em parceria com entidades e instituições voltadas para o fortalecimento do segmento empresarial que mais gera emprego no nosso País.

Reforçamos que o Sebrae está de portas abertas para o pleno atendimento às pequenas empresas. Por meio destes eventos, especificamente, o produtor rural pode contar com o Sebrae”. 

Programação – Interna­cional de Pecuaristas (Interconf)

16 de setembro (sábado)
7 horas – Entrada de animais da Goiás Genética
11 horas – Leilão de touros – Apresentação dos animais
14 horas – Leilão de touros DeMarchi / Pau´Darco e Leilão de Touros Pontieri (em Itumbiara)

18 de setembro (segunda-feira)
7 horas – Credenciamento e visita aos estandes
8h30 – Boas-vindas – Reflexão sobre a produção de alimentos e a pecuária / Alberto Pessina, agropecuarista e presidente do Conselho de Administração da Assocon
9 horas – Painel mercado – Cenários macroeconômicos para o Brasil nos próximos anos / Zeina Latif, economista chefe da XP Investimentos
10h30 – Panorama e perspectivas de mercado dos produtos do agronegócio / Ivan Wedekin, da Wedekin Consultores
11h30 – Debate – Painel mercado / Mercado pecuário diante o cenário apresentado / Rogério Goulart, Leandro Bobo e Alberto Pessina
Moderador: Tobias Ferraz (Terra Viva), Rodrigo Albuquerque e André Perrone
14 horas – Painel técnico – Key points of control for technical and finance performance in feedyards
Matthew George, da Bovine Dynamics Pty Ltd
14h50 – Criando conexões no bem estar animal: casos de sucesso no Brasil / Antony Paulo Luenenberg, da MSD Saúde Animal
16h10 – Como o avanço da tecnologia pode auxiliar o produtor rural – Confinamento / Rogério Fonseca Guimarães Peres, gerente de contas chave de corte América Latina na ABS
17 horas – Pneumonia em confinamento: avaliação de risco e estratégias para as diferentes situações / Everton Carvalho, coordenador técnico de bovinos na Zoetis
17h30 – Debate – Painel técnico – Tecnologias que ainda não adotamos e onde podemos chegar / Mário Garcia, da Exagro, Paulo Marcelo Dias, da Gestão Agropecuária, Juliano Fernandes, professor em Nutrição de Ruminantes da EVZ/UFG. Moderador Tobias Ferraz, da Terra Viva

19 de setembro (terça-feira)
9 horas – Painel Regulatório – Brasil e o mundo – o que fazemos e o que eles fazem? / Samanta Pineda, advogada na Pineda & Krahn Sociedade de Advogados
9h50 – Como organizar as relações entre fornecedores, produtores e clientes – Estudo de caso – Confinamento Santa Fé / Pedro Merola, agropecuarista e sócio proprietário da Feed
11h30 – Debate – painel regulatório – Mitos e verdades sobra a carne brasileira / Samanta Pineda, advogada na Pineda & Krahn Sociedade de Advogados, Pedro Merola, agropecuarista e sócio proprietário da Feed e André Torres Baby, secretário executivo na Sema-MT
14h30 – Painel futuro – Quais mercados ainda não atendemos com nossa carne e como podemos atingi-los?
15h10 – Indicadores de qualidade da carne bovina – Pedro de Felício, médico veterinário e professor da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp
15h50 – Qual a melhor maneira de investir na pecuária moderna? / Guilherme Pontieri, produtor rural
17 horas – Palestra de encerramento da Interconf
19 horas – Leilão beneficente para o projeto do Hospital de Câncer de Inhumas

20 de setembro (quarta-feira)
9 horas – Apresentação oficial do ‘O Brasil Pecuário acontece aqui’ – Interconf/Goiás Genética
10h30 – Palestra Planeta Extremo, com Clayton Conservani e Carol Barcelos
14 horas – A eficiência alimentar como ferramenta de lucro / Dr. Roberto Daniel Sainz, University of California – Davis EUA – Moderador Dr. Marco Aurélio de Oliveira Fernandes
14h45 – A eficiência alimentar no estado de Goiás / Dr. Cláudio Ulhôa Magnabosco-Embrapa, Moderador Dr. Marco Aurélio de Oliveira Fernandes
15h15 – Venda de touros eficientes: do sêmen ao curral / Eduardo Cavallin, Cria Fértil e Alta Genetics -0 Moderador Dr. Marco Aurélio de Oliveira Fernandes
16 horas – Visita ao Pavilhão dos animais do teste de Desempenho de touros jovens Embrapa/AGCZ
Evento Satélite – Auditório Iron Gomes/SGPA
19 horas – Degustação pré leilão – gastronomia da Faculdade Cambury
20 horas – 23º Leilão Elite TDTJ Embrapa/AGCZ

21 de setembro (quinta-feira)
8h30 – Abertura Acadêmica – AGCZ
9 horas – Suplementação Estratégica para uma Pecuária Eficiente / Campo Rações – Moderador Dr. Cláudio de Ulhôa Magnabosco
9h30 – Nanobeef: a ferramenta para determinação do boi eficiente / Dr. Roberto Daniel Sainz, University of California – Davis EUA – Moderador Dr. Cláudio de Ulhôa Magnabosco
10h30 – ILPF: Binômio na lucratividade Integração Lavoura Pecuária Floresta / Carlos Viacava – Moderador Dr. Cláudio de Ulhôa Magnabosco
11h10 – Novos cultivares de capim para uma pecuária eficiente / Dr. Gustavo Braga, da Embrapa Cerrados – Moderador Dr. Cláudio de Ulhôa Magnabosco
14 horas – Sucessão familiar: a eficiência é a fórmula para o sucesso / Dr. Guilherme Pontieri e Luiz Pontieri – Moderador Dr. Marcos Fernando Costa
15 horas – Botulismo / Dr. Aires Manoel de Souza – Moderador Dr. Marcos Fernando Costa
16 horas – Integração Lavoura Pecuária Floresta – Experiência no Cerrado Goiano / Dr. Pedro Mirada, Parque Florestal
16h30 – Manejo Racional de Bovinos / Alexandre Rui do Senar Goiás – Moderador Dr. Marcos Fernando Costa
17h30 – Visita aos Pavilhões dos animais avaliados pelos programas
18 horas – Happy hour – Gastronomia da Faculdade Cambury
20 horas – Ponto de apoio Leilão Tabapuã

22 de setembro (sexta-feira)
8h30 – Abertura dos Programas de Avaliação Genética
17 horas – Perguntas/Debate
18 horas – Visita aos Pavilhões dos Animais Avaliados pelos Programas

23 de setembro (sábado)
11 horas – Apresentação dos animais
14 horas – 4º Leilão BSB Agropecuária

Deixe um comentário