Eu chorei

Marcela Haun
Especial para o Jornal Opção

Eu chorei. E chorei como nunca havia feito e mais do que devia. Cansei mais que um mundo inteiro e tive que engolir, com dificuldade, o pranto e a saliva acumulada na boca. E se eu tive dó de mim foi por sua causa. Você e esse seu irresistível jeito que me partiu ao meio. Ai, se eu soubesse! Se eu pudesse… Se eu tivesse sonhado, alguma vez na vida, que você iria aparecer, me vestiria de vermelho, afinaria a minha voz até ficar estridente e seria a pessoa mais fútil que já tivera o desprazer de conhecer. Mas acontece que eu tive que olhar para a sua distração parcial e te achar, no mínimo, interessante demais.

Marcela Haun é jornalista.

Deixe um comentário