A ex-deputada federal, Iris de Araújo morreu nesta terça-feira, 21. Ela foi submetida a uma cirurgia neste final de semana e não resistiu às complicações. Em novembro de 2022, Iris esteve internada em um hospital da capital por causa de uma infecção nos rins, tendo sido levada a uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Pela primeira vez na história política do país uma primeira-dama rompe o mero papel figurativo e assistencialista e ocupa o espaço de decisão. Era década de 80 quando Iris Araújo percebeu a sua força para aglutinar e transformar a vida das pessoas. E, em 1994 lá estava ela como candidata a vice-presidente da República de Orestes Quércia (PMDB), contrariando líderes do partido que à época preferiam o nome do senador Ronan Tito (MG).

À frente de seu tempo, era uma mulher que não se importava se criticavam que ela deveria estar apenas fazendo receitas culinárias na televisão.

Iris foi a primeira mulher a entrar numa disputa nacional. Também foi a primeira mulher a se sentar numa cadeira de senadora. Foi a primeira mulher a ser presidente nacional de um partido. Iris Araújo foi mãe, esposa, senadora, cozinheira, política e muitos adjetivos.

O Estado de Goiás se despede dessa mulher extraordinária que abriu e trilhou caminho para muitas que estão seguindo.

Biografia:

Dona Iris nasceu em 7 de maio de 1943, em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. É uma política brasileira. Ela se casou com Iris Rezende, com quem teve três filhos: Cristiano, Ana Paula e Adriana. Ela exerceu a função de primeira-dama dos cargos eletivos do marido.

Filiada ao PMDB desde 1980, disputou sua primeira eleição no pleito presidencial de 1994 como vice-presidente da república na chapa encabeçada por Orestes Quércia. Suplente de Senadora de Maguito Vilela, assumiu temporariamente o mandato por duas vezes, em 2003 e 2006. Nas eleições em Goiás de 2006, elegeu-se deputada federal, com a maior votação. Se reelegeria em 2010, da mesma forma. Atuante no PMDB, Iris Araújo presidiu o diretório regional do partido em Goiás, entre 1995 e 1998 e, interinamente, a direção nacional entre março de 2009 e janeiro de 2010.

Mandatos (na Câmara dos Deputados): Deputado(a) Federal – 2007-2011, GO, PMDB, Dt. Posse: 01/02/2007; Deputado(a) Federal – 2011-2015, GO, PMDB, Dt. Posse: 01/02/2011.

Mandatos Externos: Senador(a), GO, Partido: PMDB, Período: 2003 a 2003; Senador(a), GO, Partido: PMDB, Período: 2005 a 2006.

Atividades profissionais: Fundadora e 1ª Presidente, Fundação Legionárias do Bem Estar Social, Prefeitura Municipal de Goiânia, GO, 1966-1969; Presidente, Fundação Legionárias do Bem Estar Social, como 1ª Dama do Estado de Goiás, acumulando Presidência da OVG, 1983-1986; Presidente, OVG, 1991-1994.Estudos e Cursos Diversos: Magistério, Colégio Santa Clara, Goiânia, GO, 1965; Inglês, Centro Cultural Brasil Estados Unidos, 1978-1982; Artes Plásticas, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, 1978; Curso Livre CETEB – 2º grau, 1993; Direito (Incompleto), Centro de Ensino Universitário de Brasília (CEUB), Brasília, DF; Oratória, Centro Cultural Cândido Mendes, Universidade Cândido Mendes, Rio de Janeiro, RJ; Oratória Professora Rogéria Guida, Rio de Janeiro, RJ, 2003.