A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta quarta-feira, 07, a operação Corpus Christi, que vai fiscalizar trechos estratégicos das rodovias federais com o intuito de reduzir a violência no trânsito. A ação, que seguirá até o domingo, 11, é preventiva e busca inibir comportamentos inadequados como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, motoristas alcoolizados e, especialmente, a não utilização do cinto de segurança. Atenção especial será dada também na fiscalização aos motociclistas, pela vulnerabilidade deles no trânsito.

No estado de Goiás, a PRF concentrará a fiscalização em rodovias que dão acesso a pontos turísticos, como a BR-153/BR-060 (região metropolitana de Goiânia e acessos a Caldas Novas) e BR-414 (acessos a Pirenópolis e Corumbá). Por ocasião da realização de exposições agropecuárias e festas regionais em diversos municípios goianos, agentes da PRF vão patrulhar pontos estratégicos, visando coibir a embriaguez ao volante.

Balanço de 2022

Em 2022 de quarta-feira, 15, quando a PRF iniciou o reforço na fiscalização para o feriado, até a meia-noite do domingo, 19, os policiais rodoviários federais fiscalizaram 6.952 veículos e 7.433 pessoas nos quase três mil quilômetros de BRs goianas.

Foram flagradas 1.987 infrações de trânsito, sendo 598 ultrapassagens, 34 condutores ou passageiros sem cinto de segurança, 12 crianças transportadas fora da cadeirinha e 52 condutores dirigindo embriagados, deles quatro foram presos. De quarta a domingo a PRF atendeu 36 acidentes, que deixaram 33 pessoas feridas e dois óbitos  nas rodovias federais que passam por Goiás.