O Brasil que presta e foi às ruas no dia 16 também ganhou de lavada dos que fizeram a vergonhosa marcha pró-corrupção do dia 20. Não é de se estranhar: quem protesta com o coração é mais expressivo do que quem marcha pelo bolso. Somos hoje muitos mais os que queremos o fim da roubalheira do que os que querem manter sua boquinha no governo petista. Ninguém precisou de diária, transporte e sanduíche pagos com verba pública para ir às ruas dia 16. Cada qual pagou com seu dinheiro.