Entre um bloquinho de rua e outro, durante as aglomerações proporcionadas pelo Carnaval, inúmeros indivíduos buscam praticar golpes envolvendo cartões de crédito e débito. Infelizmente, apesar de facilitar o dia a dia e oferecer comodidade, os sistemas de pagamentos atuais possuem brechas que podem ser exploradas. Vamos falar neste texto de alguns dos principais golpes e sobre como evitá-los. 

Primeiro, é necessário falar sobre a prevenção. A preferência é pagar os itens consumidos na rua com dinheiro físico. Mas, caso não seja possível, o recomendado é desativar as funções de pagamento por aproximação e/ou limitar o valor do limite, o que impossibilita roubos de pagamento por meio de aproximação. 

Desativar a opção de aproximação também não significa segurança completa, ainda existem golpes que se beneficiam de pessoas distraídas. Por exemplo, trocar de cartões, maquininhas de cartão adulteradas ou até mesmo compras duplicadas.

Para isso, sempre é necessário prestar atenção durante todos os momentos do processo de pagamento. Desde o momento em que se insere o cartão na máquina, no momento de digitar a senha e quando for retirá-lo. 

Ao mesmo tempo, ainda é importante manter os cartões em locais seguros para evitar que sejam perdidos no meio da multidão. Ou seja, dê preferência a carteiras ou porta-cartões que os deixem presos, ao invés de deixá-los soltos dentro de bolsas e mochilas. 

Caso perceba que caiu em um golpe, é necessário bloquear o cartão imediatamente e realizar um boletim de ocorrência. Quanto mais tempo demorar para realizar os procedimentos, maiores poderão ser os prejuízos.