Vereadores alegam que Andrey Azeredo não cumpre acordos e gere Câmara com a oposição

Iristas reclamam que estão sendo desprezados e que aliados de Vanderlan Cardoso têm mais peso no Legislativo

Andrey Azeredo na mesa diretora | Foto: Fernando LeiteO presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo, do PMDB, não está agradando a maioria dos vereadores, sobretudo os de sua base. Há várias reclamações. Listamos três.
Primeiro, os vereadores afiançam que Andrey Azeredo não está cumprindo aquilo que acertou quando era candidato a presidente do Legislativo. Há parlamentares que sugerem que podem romper com o peemedebista. Afirmam que, para atingi-lo, podem abrir baterias contra o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB).

Segundo, na avaliação de seus críticos, Andrey Azeredo comporta-se, não como presidente do Poder Legislativo, e sim como se fosse secretário da Prefeitura de Goiânia. Ele estaria tratando os vereadores não como pares, e sim como se fossem seus auxiliares, quer dizer, subordinados.

Terceiro, o presidente da Câmara teria firmado um “pacto de sangue” com um grupo restrito. Este grupo seria de oposição e teria bancado Vanderlan Cardoso, do PSB, para prefeito, e não Iris Rezende.

Andrey Azeredo, na avaliação dos vereadores críticos, estaria subordinando-se a Sabrina Garcez (PMB), Gustavo Cruvinel (PV), Tiãozinho Porto (PROS), Vinicius Cirqueira (PROS), Carlin Café (PPS) e Lucas Kitão (PSL). A aliança está gerando desconforto na base irista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.