Thiago Peixoto sugere que não tem como compor com o PMDB e vai apostar em José Eliton

O deputado federal diz que já foi filiado ao PMDB, sabe como funciona o partido e frisa que suas bases são ligadas a Marconi Perillo e José Eliton

O deputado federal Thiago Peixoto (PSD) tem dito, para vários interlocutores, que, em 2018, vai ficar com base aliada, quer dizer, vai apoiar a candidatura de José Eliton, do PSDB, para governador de Goiás.

Thiago Peixoto diz que não cogita compor com o PMDB de Maguito Vilela e Daniel Vilela. Admite que os dois são seus amigos, mas ressalva que era filiado ao PMDB, sabe como funciona o partido e, por isso, não vai compor com seu postulante ao governo.

Há outra questão: as bases eleitorais de Thiago Peixoto hoje são todas aliadas do governador Marconi Perillo e de José Eliton, ambos do PSDB. Portanto, é definitivo: o parlamentar não vai fechar com Maguito ou Daniel Vilela.

E quanto ao secretário das Cidades e Meio Ambiente, Vilmar Rocha, presidente regional do PSD? Thiago Peixoto tem sugerido que, como é amigo pessoal do governador Marconi Perillo, além de seu aliado histórico, vai seguir na base.

Nas conversas, inclusive de bastidores, o deputado só tem elogios para Vilmar Rocha, que é apontado como companheiro e leal. Em 2016, quando Thiago Peixoto bancou Francisco Júnior, seu principal aliado político, para prefeito de Goiânia, Vilmar Rocha não hesitou um minuto e o apoiou desde o primeiro segundo em que se lançou como candidato.

Deixe um comentário