Sebastião Macalé assume presidência da OAB e deve ser eleito para mandato-tampão

Sebastião Macalé, polido e popular, passa a ser o nome forte da OAB-Goiás

Sebastião Macalé, polido e popular, passa a ser o nome forte da OAB-Goiás / Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O presidente da OAB-Goiás, Henrique Tibúrcio, renuncia na segunda-feira, 12, e o vice-presidente Sebastião Macalé assume o comando e, em 30 dias, convoca eleição para o mandato-tampão — que vai até novembro deste ano, quando será realizada nova eleição. Na disputa indireta, votam apenas os integrantes do Conselho.

Diplomático e cordial, além de habilidoso, Macalé deve ser candidato para o mandato-tampão e tende a ser eleito. Ele é o favorito.

Para evitar uma divisão do grupo que está no poder na Ordem, advogados com alto poder de articulação, como Miguel Cançado, devem entrar em ação para que seja lançada apenas uma candidatura.

O grupo de Miguel Cançado-Henrique Tibúrcio cogita bancar Flávio Borges, um professor universitário. Porém, para manter o grupo coeso, pode apoiar Macalé e deixaria para apostar em Flávio Borges na disputa de novembro. Porém, se eleito para o mandato-tampão e fizer um mandato de qualidade, não será impossível o grupo, para manter o poder e evitar dissidência — que seria um maná para a oposição —, bancar Macalé também em novembro.

O tesoureiro da OAB, Enil Hen­ri­que de Souza, também postula a presidência e constituiu um grupo à parte.

Sebastião Macalé, Flávio Borges e Enil Henrique são advogados competentes, sérios e experimentados. Qualquer um que for eleito não deixará a OAB em maus lençóis; pelo contrário, engrandece a Ordem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.