Santana Pires volta ao Patriota mas se recusa a guardar as armas

Foto: Reprodução/Twitter

Ninguém entendeu. Santana Pires era o deus do Patriota. De repente, virou demônio e acabou expulso. Mas, de repente de novo, foi reincorporado ao partido e, sim, se tornou anjo.

O novo acordo, que trouxe o filho pródigo para casa — o poeta Mario Quintana escreveu que “o bom filho a casa entorna” —, foi selado na Churrascaria Los Pampas, na Avenida Araguaia, no Centro de Goiânia.

Qual o motivo do acordo? Não se sabe. O que se comenta, e pode ser fake news, é que Santana Pires saberia muito sobre possíveis “podres” do Patriota em Goiás.

A turma que comanda o Patriota lamenta a artilharia pesada de Santana Pires, que continua lançando mísseis na direção de Adilson Barroso, presidente nacional do partido, e Chico Leite, empresário que é candidato a deputado federal.

“Santana Pires é o nosso Kim Jong-un”, brinca um líder do Patriota. “Ele vai se acalmar.”

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.