Ronaldo Caiado opera para lançar de 3 a 4 chapas de candidatos a deputado federal

O objetivo é eleger uma bancada de 12 deputados federais, e até mais. As oposições terão dificuldade para eleger quatro deputados

Notas na imprensa sugerem que o governador de Goiás Ronaldo Caiado planeja eleger pelo menos 12 dos 17 deputados federais. Mas o gestor estadual, político hábil e agregador, não está operando para eleger unicamente candidatos de seu partido, o DEM (que, unido com o PSL, passará a se chamar União Brasil).

Na verdade, Ronaldo Caiado planeja eleger 12 deputados, ou até mais, de sua base política — que inclui, além do DEM, o MDB de Daniel Vilela, o PSD de Vilmar Rocha e Vanderlan Cardoso, o PP de Alexandre Baldy e o PDT de Flávia Morais.

Ronaldo Caiado: governador de Goiás | Foto: Divulgação

O objetivo é montar de três a quatro (estourando, cinco) chapas para deputado federal, com candidatos fortes e puxadores de voto — como Zacharias Calil, do DEM, Lissauer Vieira (a caminho do PSD) e Flávia Morais (PDT). Os três são citados como exemplo, mas há outros nomes respeitáveis, como Francisco Júnior (PSD), Rodney Miranda (Republicanos), Pedro Sales (União Brasil; comenta-se que estaria refluindo), Ismael Alexandrino (União Brasil), Jefferson Rodrigues (Republicanos), José Mário Schreiner (DEM, a caminho do MDB), José Nelto (Podemos), Lucas Vergílio (Solidariedade), Célio Silveira (a caminho do MDB ou do União Brasil), Adriano do Baldy (PP) e Glaustin da Fokus (PSC).

Sem interferir diretamente na formação das chapas dos partidos, Ronaldo Caiado vai se reunir com os líderes partidários para ajudá-los na conquista de candidatos a deputado.

Com quatro chapas fortes, com a capacidade de eleger 12 deputados federais, ou mais, a base governista, além de ficar mais forte, contribuirá para enfraquecer as oposições. Hoje, acredita-se que o PT, do ponto de vista do governismo, elegerá no máximo um deputado — que poderá ser Rubens Otoni ou Adriana Accorsi. Avalia-se que Professor Alcides Ribeiro, do PP, pode até ser eleito, mas que Magda Mofatto terá dificuldade para ser eleita. O deputado Elias Vaz, do PSB, se não federação do PSB com o PT, terá dificuldade de ser reeleito. Um membro do PL postula que Major Vitor Hugo diz que planeja ser candidato a governador ou a senador porque “não tem a mínima chance de ser reeleito” deputado federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.