Em recente encontro público, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), definiu que o candidato a prefeito da base governista em Morrinhos será o engenheiro Rogério Troncoso (MDB).

O prefeito Joaquim Guilherme, conhecido como “Perillo de Morrinhos”, é filiado ao PSDB, mas estava tentando conquistar o apoio da base governista. Entretanto, o recado de Ronaldo Caiado é claro: seu candidato, assim como o do vice-governador Daniel Vilela (MDB), é mesmo Rogério Troncoso.

Ronaldo Caiado, governador de Goiás | Foto: Secom
Ronaldo Caiado, governador de Goiás: fechado com Rogério Troncoso| Foto: Secom

O ex-deputado Maycllyn Carreiro, do Solidariedade, disse ao Jornal Opção que ouviu o que Ronaldo Caiado disse, mas, mesmo assim, mantém sua pré-candidatura.

O que se comenta, nos bastidores, é que Maycllyn Carreiro (que não confirma a informação) será o vice de Rogério Troncoso. Popular na cidade, o jovem político, se aceitar a vice, desequilibra a disputa pró-Rogério Troncoso e contra Joaquim Guilherme.

O principal articulador do União Brasil em Morrinhos é Tiago Mendonça, ex-secretário estadual da Agricultura, e a tendência é que apoie Rogério Troncoso. O produtor rural é o principal aliado de Maycllyn Carreiro no município.

Joaquim Guilherme, prefeito de Morrinhos: | Foto: Divulgação

Com habilidade, a aliança MDB e União Brasil tendem a costurar o seguinte pacto: Maycllyn Carreiro apoia Rogério Troncoso, aceitando ser vice, e, em 2026, o político do MDB o apoia para deputado estadual.

Joaquim Guilherme também gostaria de Maycllyn Carreiro na vice. Porque o político de 32 anos realmente pode definir o pleito. O prefeito também o bancaria para deputado estadual na próxima eleição.

O problema, como tem registrado Maycllyn Carreiro, é que nenhum dos dois — membros das elites políticas e financeiras de Morrinhos — nunca o apoiaram para o Parlamento.

As pesquisas mostram que, apesar de há anos fora do poder, Rogério Troncoso lidera com relativa folga — o que não quer dizer que Joaquim “Perillo” Guilherme seja uma galinha morta. Não é.

Maycllyn Carreiro, ex-deputado: decisivo no pleito | Foto: Euler de França Belém/Jornal Opção

A mesma pesquisa que aponta o emedebista em primeiro lugar mostra que, como prefeito, o tucano Joaquim Guilherme é bem avaliado. A pesquisa sugere que é mal avaliado como político, e não como gestor. Também é visto como elitista, portando distante dos pobres.

A pesquisa aponta que a presença da mulher de Joaquim Guilherme na prefeitura dificulta as articulações. Um vereador corrobora: “Guilherme é até gente boa, mas tem momentos em que a gente pensa que a prefeita é sua mulher. Ela decide mais do que ele. Como se sabe, os eleitores não apreciam prefeitos que são teleguiados por quem não foi eleito pelo voto popular. Não é à toa que chamam sua mulher de primeira-ministra e de eminência parda”. Mas outro vereador discorda: “Guilherme deixa as tarefas pesadas para sua mulher, para ficar com a imagem de bonzinho. Mas ele joga duro e manda na prefeitura”. (E.F.B.)