Maria Inês Fini teria caído nas graças do general Augusto Heleno, já indicado para o Ministério da Defesa

Doutora em Educação e presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Maria Inês Fini é cotada para ser ministra da Educação do governo de Jair Bolsonaro.

Maria Inês Fini tem sido apontada como o nome bancado pelo general Augusto Heleno, um dos mentores de Jair Bolsonaro e já indicado para o cargo de ministro da Defesa. Mencionado como um dos intelectuais do Exército, o militar levou a educadora para uma conversa com seus pares que apoiam o presidente eleito. Eles gostaram do que ouviram. Ela estaria mais preocupada com educação do que com “inculcação ideológica”.

Como presidente do Inep, Maria Inês Fini é responsável pelo Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). A imprensa costuma identificá-la ao PSDB. Mais preciso, é associá-la uma visão mais técnica  e menos ideológica da educação.

O PT priorizava homens no Ministério da Educação — Aloizio Mercadante, Fernando Haddad e Renato Janine Ribeiro. Bolsonaro pode apostar numa mulher — que é vista como uma educadora que também tem espírito de gestora.

Conversa 1

Maria Inês conversa com Maria Inês Fini sobre a Base Nacional Comum Curricular.

https://www.youtube.com/watch?v=tCcUyul1QZY

Conversa 2

Maria Inês Fini fala sobre o Enem.

https://www.youtube.com/watch?v=XQ78JxIXcqM