O curso só pôde ser concluído por interferência de Nasr Chaul, novo superintendente de Cultura do governo de Goiás

A secretária da Educação do governo de Goiás, Raquel Teixeira, afastou o diretor do Fundo de Cultura, Mário Rodrigues [foto acima]. Na terça-feira, 25, Rodrigues começou a ministrar um curso de políticas culturais, no Centro Cultural Martim Cererê, mas inicialmente foi impedido por Teixeira e por seu chefe de gabinete. Disseram-lhe que já havia sido afastado.

O historiador Nasr Chaul, recém-indicado para o cargo de superintendente da Cultura — substitui Aguinaldo Coelho —, conciliador por natureza, convenceu Teixeira a permitir que o curso continuasse. Com a interferência de Chaul, Rodrigues pôde ministrar o curso.

Mais de 100 produtores culturais clamavam pela continuidade do curso — considerando que Rodrigues é uma das pessoas que mais entendem do assunto em Goiás.