Principais aliados de Vanderlan Cardoso vão apoiar Marconi Perillo no caso de segundo turno

Misael Oliveira: em caso de segundo turno, o prefeito apoia  o tucano-chefe Marconi Perillo | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Misael Oliveira: em caso de segundo turno, o prefeito apoia o tucano-chefe Marconi Perillo | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Publicamente, o candidato do PSB a governador de Goiás, Vanderlan Cardoso, afirma que vai para o segundo turno, tirando Iris Rezende (PMDB) do páreo, e que vai enfrentar o governador Mar­coni Perillo (PSDB). Nos bastidores, seus aliados, embora respeitando o competente empresário, dizem exatamente o contrário: no caso de segundo turno, apostam, a disputa se dará entre o tucano-chefe e o peemedebista-chefe. Eles admitem que, ao menos nas eleições deste ano, não há espaço para terceira via.

Os vanderlanzistas dizem, com todas as letras, que Vanderlan Cardoso planeja apoiar Iris Rezende no segundo turno, repetindo o cenário de 2010. Entretanto, terá uma pedra, gigante, no seu caminho. Aliados importantes, como o prefeito de Senador Canedo, Misael Oliveira (PDT), e o presidente do PSC, Joaquim Liminha, em caso de segundo turno entre Marconi e Iris, vão ficar com o tucano. Misael e Liminha são amigos e aliados históricos de Marconi. Estão com Vanderlan por lealdade.

Há outro “drummond” no caminho de Vanderlan: dependendo do quadro político nacional, Marina Silva pode levar o PSB a apoiar Marconi no segundo turno.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.