Político que perde eleição tende a culpar o eleitor e não a si mesmo. O prefeito de Nerópolis, Fabiano Sem Saneago, ex-Fabiano da Saneago, cortou os programas sociais da prefeitura e exonerou 200 servidores comissionados.

Fabiano Sem Saneago, o tucano mais caiadista-neltista da política de Goiás, teria horror a tudo que é marconista. Pelo menos é o que se diz em Nerópolis.