PRB é o objeto de desejo dos candidatos a governador pelo PSDB e pelo DEM

O partido conta com uma estrutura formidável, como deputado federal popular, uma igreja poderosa e tempo de televisão

Montagem

As candidaturas serão registradas tão-somente no dia 15 de agosto deste ano. Por isso os líderes do PSD e do PP dizem que só vão fechar alianças em julho. O PRB também tende a adiar sua definição das alianças. O partido é a cereja do bolo do momento. Por vários motivos: quem conquistar seu apoio para governador leva, além do partido, o apoio da Igreja Universal (100% — uma vez que se trata de uma igreja unida, sem facções, ao contrário da Assembleia de Deus), um deputado federal, João Campos, um deputado estadual, Jefferson Rodrigues, dois vereadores em Goiânia, Rogério Cruz e Alisson Lima, um suplente de deputado, Gilvan Máximo, e tempo de televisão. O governador José Eliton e o senador Ronaldo Caiado, pré-candidatos do PSDB e do DEM, estão de olho no passe do PRB.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.