Polícia investiga corrupção no governo de Ibaneis Rocha no Distrito Federal

A investigação diz respeito ao ex-secretário da Fazenda do Distrito Federal André Clemente e tem a ver com contratos de 23 milhões de reais

A decoração natalina de Brasília pode ter sido uma das mais caras do país. A Polícia Civil do Distrito Federal é a responsável pela investigação de corrupção no governo de Ibaneis Rocha, do MDB.

O ex-secretário da Fazenda André Clemente, conselheiro do Tribunal de Constas do DF, foi alvo de buscas. A coluna “Radar”, da revista “Veja”, registra: “O negócio, estimado em 23 milhões de reais, teria sido realizado a partir de contratações de fechada para beneficiar empresários com boas relações no governo”.

André Clemente e Ibaneis Rocha: aliados e amigos | Foto: Reprodução

Contrapondo-se à denúncia, André Clemente, que é ligado a Ibaneis Rocha, afirma que, em vez de vilão, é “´vitima”.

André Clemente sustenta que é vítima de “uma fraude arquitetada por atores de um jogo político sujo desde que meu nome surgiu para a vaga do Tribunal de Contas do DF”. Porém, não explicou quais são os “atores”.

A denúncia pode ser uma pedra na campanha de reeleição de Ibaneis Rocha. E houve também problemas na Secretaria da Saúde, inclusive com prisão do ex-secretário.

Comenta-se que, ante o desgaste, Ibaneis Rocha pode recuar e disputar mandato de senador — apoiando Flávia Arruda (PL), o nome preferido do presidente Jair Bolsonaro, para governadora. Porém, um aliado afirma que o governador vai disputar a reeleição. “Ibaneis é obstinado e obcecado”, diz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.