Peemedebistas dizem que a dúvida é se Gustavo Mendanha ganha no primeiro ou no segundo turno

gustavo-alcides-marlucio

Peemedebistas de Aparecida de Goiânia, peremptórios e nada modestos, dizem que a dúvida não é se o candidato a prefeito do PMDB vai ganhar. “Que Gustavo Mendanha será eleito, é praticamente certo. A dúvida, portanto, é se vence no primeiro ou no segundo turno”, afirmam maguitistas. Eles dizem que a “virada” já ocorreu e que as pesquisas vão registrá-la em no máximo uma semana.

Por que Gustavo saiu do “traço” e, em poucos dias, aproximou-se de Alcides Ribeiro, do PSDB, e de Marlúcio Pereira, do PSB? Primeiro, porque é o candidato do prefeito Maguito Vilela, que faz uma gestão aprovada pelo população e deu status à cidade (trata-se de um ex-governador e ex-senador nos seu comando). Segundo, porque Gustavo Mendanha, vereador e presidente da Câmara Municipal, tem seus próprios méritos. É um político que, embora jovem, é agregador e aberto ao diálogo com todas os grupos da cidade, sejam políticos ou empresariais. Terceiro, porque, embora Maguito Vilela esteja no poder, seu candidato é visto pela sociedade como o “novo”.

O candidato do PSDB é visto como “ruim” e, até, como candidato de “todos” os partidos, menos do PSDB. É que, em 2014, foi vice de Vanderlan Cardoso, na disputa pelo governo do Estado, e atacava abertamente o PSDB e o governador Marconi Perillo. Ele era e permanece íntimo do marqueteiro Jorcelino Braga, rival e, até, inimigo visceral dos líderes tucanos. O vice do neotucano, Silvio Benedito, do PP, é apontado como um político mais qualificado e popular. Só não conseguiu ser candidato porque, coronel da Polícia Militar, não tem tanto dinheiro quanto Alcides.

O postulante Alcides Ribeiro é apontado como um homem do passado, da estirpe dos que Maguito Vilela, ao ser eleito e reeleito, sepultou politicamente. O deputado estadual Marlúcio Pereira, do PSB, é da mesma estirpe: um político tradicional, que, filiado a um partido que se diz socialista, não comunga de suas ideias (é provável que nem saiba quais são). Como dizem peemedebistas heterodoxos, Alcides Ribeiro e Marlúcio Pereira podem se tornar, ainda que indiretamente, cabos eleitorais de Gustavo Mendanha.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.