Integrantes das oposições de Rio Verde avaliam que, unidas, ganham tanto de Heuler Cruvinel (PSD) quanto de Lissauer Vieira (PSD). Elas avaliam que o médico Paulo do Vale (PMDB) é o nome mais consistente e polarizador. Mas ressalvam que, depois da campanha para deputado federal, na qual recebeu uma boa votação em Rio Verde mas não conseguiu ser eleito, se tornou “estrelinha”.

Os oposicionistas sugerem que, se Paulo do Vale quiser mesmo ganhar do grupo formado pelo prefeito Juraci Martins, Heuler Cruvinel e Lissauer Vieira — que tem o controle da máquina pública, sempre poderosa —, precisa buscar o apoio do deputado estadual Karlos Cabral (PT). Este não foi reeleito, mas representa uma força política considerável e, sobretudo, tem o amparo do PT nacional. Há outros líderes, como Leonardo Veloso, que precisam ser conquistados.

Líderes do PT, PMDB, Pros, PRTB, DEM, Solidariedade, PTN e PDT de Rio Verde estão conversando para organizar um blocão para tentar eleger o prefeito e recuperar a a histórica boa imagem do município. Unidos, insistem, têm chance de ganhar, principalmente devido ao desgaste de Juraci Martins. Separados, serão presa fácil de um candidato apoiado por estruturas financeiras poderosas.