Morre Barbosinha, o Rei do Rádio Sertanejo em Goiás

Henrique Barbosa dos Santos havia sido operado, voltou a ser internado mas não resistiu

Há um candidato a Rei do Rádio em Goiás? Vários, certamente. Mas um dos reis dos reis era Barbosinha. Era? Sim. Henrique Barbosa dos Santos, cujo nome se tornou Barbosinha para os goianos (e demais brasileiros), morreu na quarta, 23, aos 75 anos.

Voz poderosa do rádio sertanejo, Barbosinha sabia tudo de rádio e, claro, de música. E detalhe: não apenas da sertaneja.

Barbosinha: majestade do rádio sertanejo em Goiás

Depois de uma cirurgia no peritônio, Barbosinha começou a sentir dores no abdômen, foi internado, mas acabou não resistindo.

Depois de trabalhar na Rádio Terra, Barbosinha atuava na Rádio Sucesso. Sua fama era tão emblemática que o programa tinha seu nome.

Nota de pesar do prefeito Rogério Cruz

Eu e a minha esposa, Thelma Cruz, recebemos com profundo pesar a notícia do falecimento do radialista Henrique Barbosa dos Santos, mais conhecido como Barbosinha, aos 75 anos.

A exemplo de milhares de goianienses, gostava de ouvi-lo no rádio nas primeiras horas da manhã. Com bom humor inabalável, marca registrada dos seus quase 60 anos de trajetória, Barbosinha enchia os nossos corações de alegria para enfrentar as tarefas cotidianas.

Nascido em Santa Maria da Vitória, no interior da Bahia, Barbosinha foi um comunicador profundamente identificado com Goiânia. Ele entendia a linguagem do povo e dialogava com todos, independente do grau de instrução.

À frente dos microfones de inúmeras emissoras, construiu uma linda história de amor com o rádio e fez da comunicação uma ferramenta para promover o bem.

Sua voz continuará a reverberar no coração de ouvintes cativos. Barbosinha permanecerá vivo em nossas memórias.

Nesse momento de imensa dor, eu e a minha esposa oramos para que Deus conforte o coração dos seus filhos, familiares, amigos e ouvintes.

Rogério Cruz é prefeito de Goiânia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.