Apesar de pressionado pelos grupos de Evandro Magal e Magda Mofatto, o ex-deputado prefere cuidar dos negócios de sua família

Marquinho do Privê, ex-deputado estadual, não quer voltar para o mundo da política | Foto: reprodução/Facebook

O ex-deputado estadual Marquinho Palmerston — o Marquinho do Privê — está sendo pressionado a disputar a Prefeitura de Caldas Novas, daqui a um ano e seis meses. Se quiser ser candidato, pode obter o apoio tanto do prefeito Evandro Magal (que a cidade quer “expulso” da prefeitura o mais cedo possível, dadas as várias denúncias) quanto da deputada federal Magda Mofatto (PR). Na sexta-feira, 5, o Jornal Opção ouviu o jovem político.

O sr. vai disputar a Prefeitura de Caldas Novas? “Não vou, não. Vou focar nos negócios”, respondeu, de maneira sintética. Marquinho do Privê aprecia política, mas a família o pressiona a cuidar de seus vários empreendimentos.

Quais são os pré-candidatos que avalia que se tornarão candidatos? Resposta de Marquinho do Privê: “Caldas ainda está muito indefinida em relação a possíveis candidatos”.