As oposições querem usar a questão da dívida para tentar ganhar a eleição na OAB. Porém, se este for o único discurso, Lúcio Flávio, o possível candidato, se não lhe puxarem o tapete em cima da hora, pode não ser assimilado pelo eleitorado.

Digamos que, equacionada a dívida — explicada já está —, as oposições continuarão dizendo o quê? Lúcio Flávio, se quiser ter alguma chance de ser eleito, tem de apresentar um projeto alternativo. Falar de dívida não é o mesmo que proposta e projeto.