Lista dos piores políticos de Goiás em 2014. Na avaliação de 20 políticos

Vinte políticos foram consultados na elaboração da lista dos piores políticos de 2014 em Goiás. Foram três os critérios: (in)sucesso eleitoral, habilidade (inabilidade) na articulação política e (in)capacidade administrativa. Frise-se que há uma delimitação: piores em 2014. Não significa que são políticos de uma história inteiramente ruim. A lista:

Agenor Rezende — prefeito de Mineiros/PMDB; Cristóvão Tormin — prefeito de Lu­ziânia/PSB; Dioji Ikeda — prefeito de Inhumas/PDT; Eronildo Valadares — prefeito de Porangatu/PMDB; Iris Araújo — líder do PMDB; Iris Rezende — líder do PMDB; Isaura Lemos — deputada estadual/PC do B; Itamar Barreto — prefeito de Formosa/PSB; Júnior Friboi — líder do PMDB; Juraci Martins — prefeito de Rio Verde/PSD; Lucimar Nascimento — prefeita de Valparaíso/PT; Luiz Carlos Attié — prefeito de Cris­talina/PSD; Mauro Rubem — líder do PT; Miller Assis — prefeito de Goianira/PP; Paulo Garcia — prefeito de Goiânia/PT; Samuel Belchior — presidente do PMDB; Sandro Mabel — empresário e líder do PMDB; Solange Bertulino — prefeita de Uruaçu/PMDB; Tatiana Santos de Castro — prefeita de Jussara; Vanderlan Cardoso — presidente do PSB.

Por que Júnior Friboi aparece na lista, se não disputou eleição em 2014? Os políticos avaliam que ele não funcionou como articulador e não conseguiu ser candidato, tendo sido atropelado por Iris Rezende. Portanto, o avaliaram como “derrotado”. Sandro Mabel foi apontado como um dos responsáveis pela derrota de Iris Rezende, pois coordenou seu marketing político.

Vanderlan Cardoso é apontado como “perdedor”, depois de sua segunda derrota consecutiva para o governo. Samuel Belchior é visto como um indivíduo que “está” na política, mas não é político. Na primeira pancada mais séria — a história da pastinha Luciane Hoepers —, perdeu o equilíbrio emocional e desistiu de ser candidato. Os dois políticos com índice de aprovação mais baixo são Iris Araújo, a líder, e Paulo Garcia, o segundo colocado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.