Lista dos 11 deputados estaduais que estão montando estrutura pra disputar mandato de deputado federal

As eleições municipais são decisivas para os políticos articularem estruturas para as disputas estaduais. Deputados estaduais — sem contar outros políticos — estão montando estruturas, bancando candidatos a prefeito e a vereador, para a disputa de 2016, com o objetivo de reforçar suas estruturas políticas no interior tanto para disputar a reeleição quanto para voos mais altos, como a disputa de mandato de deputado federal. A seguir, uma lista mínima de deputados estaduais que têm pretensões federais e já estão trabalhando para formatar estruturas mais amplas.

 

Adriana Accorsi — PT.

Foto: Fernando Leite

Foto: Fernando Leite

Sua base é Goiânia. Teve uma votação surpreendente para deputada estadual. Porém, o perfil de sua atuação política combina muito mais com a Câmara dos Deputados. Mesmo se for eleita vice de Iris Rezende, é provável que a “Menina Accorsi” dispute mandato de deputada federal em 2018.

Bruno Peixoto — PMDB.

Foto: Marcos Kennedy/Assembleia Legislativa

Foto: Marcos Kennedy/Assembleia Legislativa

 

O peemedebista é articulado, trabalha full time e está tentando criar uma estrutura para disputar mandato de deputado federal. Seu projeto é o seguinte: disputar uma vaga na Câmara dos Deputados em 2018 e a Prefeitura de Goiânia em 2020. Em política quem não sonha tem voo de pato. Portanto, o deputado estadual está certo em sonhar.

Chiquinho Oliveira — PHS.

Divulgação

Divulgação

O deputado estadual está louco para se tornar deputado federal. Sabe que é difícil, até muito difícil, mas quer se tornar presidente da Assembleia Legislativa, em 2017, com o objetivo de criar uma estrutura ampla o suficiente que garanta-lhe a possibilidade de disputar mandato federal. É uma raposa política — o único problema é que às vezes excede na raposice e costuma pensar que seus colegas políticos são meio bobos.

 

 

Humberto Aidar — PT.

Foto: Fernando Leite | Jornal Opção

Foto: Fernando Leite | Jornal Opção

O petista é um dos mais longevos e eficientes deputados estaduais de Goiás. Ele sempre pensa na sociedade e não prejudica o Estado devido a questões políticas e ideológicas. Com sua capacidade de articulação e de apresentar projetos consistentes e produtivos se daria muito melhor na Câmara dos Deputados. O problema é o limite de votos. Ressalve-se que sua votação para deputado estadual nunca é pequena.

Jean Carlo — PHS.

Foto: Marcos Kennedy

Foto: Marcos Kennedy

O jovem advogado e deputado estadual tem o apoio do empresário José Garrote. Mas quem conversa com ele percebe que não é apenas o apadrinhado de um empresário rico. Pelo contrário, trata-se de um político articulado, dinâmico e apontado como leal e firme pelos colegas. Ele trabalha, em tempo integral, atraindo prefeitos e vereadores, para substanciar seu projeto para 2018. É um craque político.

José Nelto — PMDB.

Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O deputado estadual tornou-se milionário com o negócio de vender lotes em várias cidades de Goiás, como Goianira. Associou-se com um ex-sócio do empresário e senador Wilder Morais e pensa até mesmo em construir casas no Chile e em Angola. Apesar de bem-sucedido no mercado privado, tem um sonho: ser deputado federal. Ele está organizando o PMDB, em quase todo o Estado, com o objetivo de se tornar seu presidente, mas também pensando na disputa de 2018.

José Vitti — PSDB.

Foto: Marcos Kennedy

Foto: Marcos Kennedy

O deputado estadual é um empresário riquíssimo e pode montar uma estrutura ampla. É articulado e, como líder do governo na Assembleia Legislativa, tem agradado o governador Marconi Perillo.

Lincoln Tejota — PSD.

Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

Com o apoio do pai, Sebastião Tejota, seu verdadeiro mentor político, o jovem deputado estadual pensa dia e noite na Câmara dos Deputados. Vai lançar sua mulher para vereadora em Goiânia com o objetivo de fortalecer seu projeto para 2018 — que é disputar mandato de deputado federal.

Luis Cesar Bueno — PT.

Foto: Marcos Kennedy

Foto: Marcos Kennedy

O petista cansou-se de ser deputado estadual e tem perfil de deputado federal. É articuladíssimo e se daria bem em Brasília. Seu problema é a excessiva cautela. Ele sabe que não perde para deputado estadual e, como não quer ficar sem mandato, teme disputar para deputado federal. O exemplo de Mauro Rubem, que obteve uma votação pífia para deputado federal, o desanimou um pouco. Mas ele está andando pelo interior com o objetivo de montar uma estrutura mais ampla. Sabe, porém, que o PT está muito desgastado, embora ele próprio não esteja, pois é um deputado qualitativo.

Tales Barreto — PTB.

 Foto: Y. Maeda

Foto: Y. Maeda

 

O deputado estadual é um fenômeno. Poucos políticos acreditavam que teria uma votação excepcional na eleição de 2014. Mas ele surpreendeu e superou figurinhas carimbadas da política. Seu objetivo, ao ampliar o número de prefeitos, é alcançar mandato de deputado federal em 2018. Mas pode esperar um pouco mais.

Virmondes Cruvinel — PSD.

Foto: Marcos Kennedy

Foto: Marcos Kennedy

É apontado como uma revelação política. Tem o sonho de disputar a Prefeitura de Goiânia. Mas, político hábil e competente na elaboração de projetos, tem o perfil adequado para a Câmara dos Deputados. Sua votação para a Assembleia Legislativa foi surpreendente e qualitativa. Seus eleitores e aliados certamente não ficarão surpresos se for eleito para o Parlamento brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.