José Nelto diz que PTB de Jovair Arantes pode indicar o vice de Iris Rezende em Goiânia

José Nelto e Jovair Arantes: PMDB e PTB podem caminhar juntos na disputa eleitoral de 2016 em Goiânia. É o início de uma nova aliança

José Nelto e Jovair Arantes: PMDB e PTB podem caminhar juntos na disputa eleitoral de 2016 em Goiânia. É o início de uma nova aliança

Na audiência (marcada por Maguito Vilela) com o vice-presidente da República, Michel Temer, na semana passada, peemedebistas, como José Nelto, Samuel Belchior e Agenor Mariano, contaram que Iris Rezende vai disputar a Prefeitura de Goiânia. “Temer gostou”, garante Nelto.

Sobre o vice de Iris, Nelto diz que sairá dos próprios quadros do PMDB — Sandro Mabel e Agenor Mariano são os mais cotados — ou do PTB do deputado federal Jovair Arantes. O peemedebista frisa que não está descartada a hipótese de Van­derlan Cardoso ser o vice. Um integrante do DEM teria dito que Vanderlan Cardoso aceita ser vice de Iris desde que este o apoie na eleição seguinte. Ver­dade? Van­derlan Cardoso chegou a admitir, há pouco tempo, a possibilidade de ser vice, mas não disse que seria de Iris.

A aliança político-eleitoral de 2016 deve ser conectada com a de 2018. “Na próxima eleição para governador, a aliança básica será entre PMDB e DEM. O candidato tanto pode ser Maguito Vilela, pelo PMDB, quanto Ronaldo Caiado, pelo DEM — com um vice do PMDB.” Caiado, afirma Nelto, “tem o coração peemedebista. As portas do PMDB estão sempre abertas à sua filiação”.

Como defende a permanência de Júnior Friboi no PMDB e Iris articula para que seja expulso — com o objetivo de torná-lo um exemplo para outros possíveis “infiéis” —, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, estaria se posicionando contra Iris? “Maguito pode ter suas posições, como sugerir que Friboi não deve ser expulso, mas não briga com Iris Rezende. Tanto que, quando Iris disse que seria candidato em 2014, passou a apoiá-lo imediatamente. Iris e Maguito são, na verdade, irmãos siameses”, acredita Nelto.

Sobre Júnior Friboi, Nelto é peremptório: “Será expulso do PMDB, ao lado de Frederico Jayme. Nada tenho de pessoal contra eles, mas voto pela expulsão de todos os infiéis”. E Marcelo Melo? “Marcelo Melo não apoiou a candidatura de Marconi Perillo, ao menos não publicamente. Afianço que ele deve fazer parte da comissão provisória do PMDB de Luziânia e será nosso candidato a prefeito no município. E anote: vai ganhar.”

Nelto diz que o 1º Congresso Nacional do PMDB será realizado em Goiânia, até o final de maio. “O Diretório Regional está cuidando disso junto com as bancadas federal e estadual, com a Fundação Ulysses Guimarães e com o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela. Nós vamos trazer ministros, governadores, senadores, prefeitos, deputados e economistas, como José Márcio Camargo e, possivelmente, Delfim Netto e Luiz Gonzaga Belluzzo.”

O objetivo dos líderes é fortalecer o PMDB para a disputa de 2016. “Vamos filiar eleitores em todos os 246 municípios goianos.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Francisco Neto

Perguntinha ao Nelto: Renan Calheiros também vem participar desse 1º Congresso Nacional do PMDB, em Goiânia?