José Nelto diz que Ministério Público deve investigar aditivo de 7 milhões de reais no Detran

Fernando Leite/Jornal Opção

Presidente do Detran, João Furtado / Fernando Leite/Jornal Opção

Líder do PMDB na Assembleia Legislativa, José Nelto defende uma investigação ampla no Detran. “O próprio governo do Estado pode e deve fazer isto.”

José Nelto diz que o presidente do Detran, João Furtado, divulgou que José Taveira, ex-dirigente do órgão, comprou e pagou serviço de informática, mas a empresa “não entregou”.

“O problema”, afirma o deputado peemedebista José Nelto, “é que João Furtado fez um aditivo no valor de 7 milhões de reais. Mas o trabalho de informatização do Detran não foi concluído e tudo indica que não será. Deputados das oposições devem denunciá-lo no Ministério Público e na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Decarp)”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.