Deputado Federal recém-empossado Ismael Alexandrino (PSD) chegou demonstrando vontade no Congresso. Ele, que também é médico, tem tomado a frente em alguns debates sobre a saúde e promete assumir protagonismo nas pautas sobre o setor.

Ismael Alexandrino foi secretário de Saúde de Goiás no primeiro governo de Ronaldo Caiado (UB), função que foi fundamental para viabilizá-lo como candidato e tem foi primordial para sua eleição. A posição ocupada nos últimos anos fez com que ele ampliasse a compreensão da saúde pública, principalmente em função do enfrentamento a pandemia de covid. 

O deputado articulou para ser membro titular da Comissão da Saúde –  criada para esta legislatura. E já tem levantado alguns temas para envolvimento do Congresso, como a retomada do programa Mais Médicos – uma das promessas da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que prevê, entre outras medidas, a contratação de médicos estrangeiros. Ismael Alexandrino é a favor do programa, mas defende os médicos passem pelo exame de revalidação do diploma, e que a prova seja aplicada pelo Conselho Federal de Medicina. 

Outra articulação do deputado federal é em relação à proposta de transformar medicina em uma carreira de estado. Ismael Alexandrino aponta que essa seria uma saída para descentralizar o atendimento médico, levando especialistas para regiões hoje desassistidas. Sobre esse tema, o parlamentar esteve reunido com o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, pois essa é uma matéria que precisa partir do governo.