Imprensa nacional quer saber se Nexus tem a ver com JBS. MPF deveria investigar

Uma revista e um jornal de circulação nacional colheram informações sobre o megaempreendimento Nexus — há quem proponha que, tal o volume de irregularidades, seu nome seja mudado para Irregularus —, que é pilotado pela dupla de empresários José Batista Júnior, o Junior Friboi, e Ilézio Inácio, da Construtora Consciente.

Os repórteres querem saber se há dinheiro da JBS na construção do Nexus, considerando que, até pouco tempo, Júnior Friboi era sócio de seu pai, José Batista Sobrinho (o JBS), e dos irmãos Joesley Batista e Wesley Batista.

Comenta-se que Júnior Friboi, ao deixar a JBS, teria arrebanhado 12 bilhões de reais e que seu pai, José Batista Sobrinho, o Zé Mineiro, estaria participando, direta ou indiretamente, de alguns de seus negócios. O Ministério Público Federal, não apenas o Ministério Público de Goiás, deveria pedir uma investigação sobre o Nexus, um investimento de meio bilhão de reais.

Uma resposta para “Imprensa nacional quer saber se Nexus tem a ver com JBS. MPF deveria investigar”

  1. Avatar Luciano Almeida disse:

    No mínimo deveria ser investigado o ‘nexo’ evidente entre o suspeitíssimo grupo J&F, seus sócios, ex-sócio e as extravagantes operações financeiras com a participação de bancos oficiais que produziram a mágica do modesto açougue transformar-se no maior império frigorífico da Terra. Mais: as suspeitas que envolvem o Nexus lembram a anedota: se puxarem as penas, surge uma galinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.