Humberto Machado não deve disputar eleição pra prefeito. TCM mantém rejeição de suas contas

A Câmara Municipal de Jataí vai julgar as contas do ex-prefeito. A tendência é que a rejeição seja mantida e o prefeito terá como disputar a prefeitura em novembro

Humberto Machado:  o ex-prefeito agora está nas mãos da Câmara Municipal, que tende a rejeitar suas contas | Fernando Leite/Jornal Opção

As contas do ex-prefeito de Jataí Humberto Machado, do MDB, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. O TCM repassou as informações para a Câmara Municipal do município, que, dada a rejeição anterior, tenderia também optar pela rejeição. Mas Humberto Machado recorreu ao TCM, possivelmente para evitar a cassação e, deste modo, disputar a prefeitura. O recurso deu em nada: o TCM manteve a rejeição das contas — que agora serão julgadas pela Câmara. Agora, é em caráter definitivo. O ex-prefeito sequer respeitou os prazos legais para pedir revisão, o que configura, até, desrespeito ao Tribunal. Registre-se que a maioria dos vereadores tende a optar pela rejeição das contas. Portanto, se isto acontecer, Humberto Machado não poderá disputar mandato. Estará fora do páreo.

Joaquim de Castro, conselheiro do TCM, registrou que Humberto Machado perdeu prazos para se defender | Foto: Alego

Na sua decisão, que devolve as contas de Humberto Machado à Câmara Municipal, o conselheiro Joaquim de Castro Neto foi enfático: “Não admito os presentes embargos de divergência, opostos pelo senhor Humberto de Freitas Machado, ex-prefeito de Jataí, usando a reforma do acórdão nº 06160/2017”. O conselheiro acrescenta: “Mantenho a irregularidade das contas de gestão do exercício de 2011 e as multas aplicadas ao embargante” (Humberto Machado). A data da decisão do TCM é 20 de agosto deste ano.

O MDB certamente já está pensando numa alternativa a Humberto Machado. Por isso o nome do ex-deputado federal Leandro Vilela voltou à tona.

Veja a decisão do TCM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.