Humberto Machado comporta-se como dono de Jataí e não como prefeito. O município não é seu feudo

Humberto Machado está se comportando como se fosse “dono” e não prefeito de Jataí. Criticado com moderação pelo vereador Vinicius Luz, do PSDB, o peemedebista — que não teria apoiado Iris Rezende para governador, configurando traição política — passou a atacá-lo numa rádio.

Machado não é incompetente e tudo indica que é um gestor decente. Mas não pode se comportar como brucutu e tentar impedir que seus adversários façam críticas, na maioria das vezes, por sinal, construtivas.

8 respostas para “Humberto Machado comporta-se como dono de Jataí e não como prefeito. O município não é seu feudo”

  1. Avatar Paulo Antonio Filho disse:

    Estou em Jataí há dois anos, e estou indo embora. Quando eu cheguei aqui, fiquei empolgado. A cidade me pareceu rica, bem cuidada e cheia de oportunidades. O tempo mostrou o quanto eu estava enganado! Em 2013, ano em que cheguei, Jataí foi palco de 87 homicídios. Para uma cidade com pouco menos de 100 mil habitantes, é inaceitável segundo a média nacional. A cidade está inteiramente nas mãos de bandidos. O cidadão de bem vive assombrado com tanta violencia de forma mais gratuita possível! Os facínoras fogem da cadeia com impressionante facilidade. de 2013 para cá, desde que estou em Jataí houve 04 fugas em massa. Não dá para entender! – Saúde? O Centro Médico é um caos! Quem precisa de saúde pública sabe do que estou falando. – Cidade rica? Engano total! – A cidade sobrevive desse engodo. Jataí possui uma mão de obra escravagista, salários péssimos, patrões exploradores, sindicatos que só “puxam a brasa para a sardinha” dos patrões, uma câmara de vereadores que só atendem necessidade de ricos, um trânsito caótico, motoristas mal educados, policiamento ineficiente; uma cidade suja, ruas tomadas por fezes de cães, e matilhas de cães soltas pela cidade dá a impressão de que se está numa aldeia medieval! – Jataí possui hoje um dos índices mais elevados de custo de vida do estado. Com a média salarial do município, torna uma cidade feita para ricaços, onde as classes sociais modestas não conseguem ascender a patamares mais altos. A ausencia de opções de lazer, programas turísticos entediantes levam a cidade se esvaziar em finais de semana e feriados longos, o que é pessimo para a renda do município. – O mercado imobiliário é completamente sem noção! Os proprietários de imóveis cobram fortunas por habitações modestas. Uma coisa que me deixou intrigado, e que só vi em Jataí: Nos finais de tarde, donos de bares enchem as calçadas de mesas e cadeiras, impedindo pedestres de andar em segurança, tendo que dividir as ruas com automóveis na hora dos rush, e (pasmem!) uma aberração desumana que tem amparo numa lei municipal. Um prefeito ausente do povo, que tem seu governo apontado para a burguesia local, enquanto o povão serve como base que sustenta uma administração que não atende seus anseios. Em resumo, Jataí é como uma velha decrépita fantasiada de moça elegante! – E o que é mal, é que o povo daqui acha que está tudo bem! – E o que é pior! Os políticos que atuam nesse circo fazem de tudo para que continuem pensando assim. Como diria a banda de rock brasileira Capital Inicial, na música Fátima, “Eu tenho pena de vocês”.

    • Avatar Antônio Nunes disse:

      Vai com Deus…e não volte mais!

    • Avatar Deyves Lima Carvalho disse:

      Opinião sincera e nada mais que a verdade!!! E olha que sempre morei aqui, 25 anos! Essa cidade está sem rumo mesmo, só fica esses baba ovo defendendo essa baderna, só quem depende daquele Centro Médico, é que pode afirmar essa realidade infeliz, ainda se não bastasse, muitos ali são incapacitados de estarem atuando, tem um ali que há 4 anos se não tivesse pego um médico de verdade e pago particular, eu estaria morto com seus diagnósticos totalmente errados, e ainda esse despreparado está trabalhando lá até hj, matando mais gente!

  2. Avatar Pablo disse:

    Bem Paulo Antonio Filho se não esta satisfeito vai embora mesmo…alias ja esta indo tarde, creio que você deve ter nascido e vindo de uma cidade perfeita, onde nao ha problema algum, a começar saúde ninguém morre na fila esperando medico, educação todos na escola com nota dez no boletim, não tem violência na mesma,policia por lá deve ser pra enfeitar a cidade,e ser fonte de emprego, transito perfeito todos obedecem a sinalização, bem sinalizada a cidade é afinal e cidade perfeita sendo coisa de primeiro mundo, exemplo pra ser seguido no pais inteiro, povo educadíssimo não joga lixo algum nas ruas ou praças e os cães fazem suas necessidades na privada tamanha educação,nossa e fantástico estes animais evoluídos de hoje né fazem cada coisa, temos que ter deste animais em Jatai alias em toda cidade do Brasil, importante pois certamente nenhum trabalhador em sua cidade paraíso não é explorado por ninguém, salários de primeiro mundo,poder de aquisição desta população e elevadíssimo, pois em cada garagem do cidadão de sua cidade tem um carro alemão, e a tal escravidão por lá e coisa escrita nos livros, afinal exploração e só no dicionário que se encontra em sua cidade, assim perguntamos?, O que veio fazer em Jatai.., afinal aqui e terra medieval, e você e homem moderno e contemporâneo, nascido na cidade perfeita,desta forma você esta mesmo muito deslocado por aqui, se cuida e mude de volta para sua cidade perfeita, desejo que seja feliz em seu paraíso na sua cidade perfeita, mas seja generoso dica o nome de sua cidade pra gente ir visitar, conhecer e descobrir o segredo que ela tem que a torna distinta de todas outras, afinal onde não tem problema e lá que todos querem estar né.., assim seja feliz e vai com Deus..

    • Avatar Gustavo Oliveira Freitas disse:

      Esse regionalismo só tranca sua mente, cara. Apesar de ele não ser daqui ele sabe mais do que a maioria dos jataienses e eu concordo com o que ele diz. Amo demais essa cidade mas o nosso prefeito não é digno de tomar conta dela. Não escuta ninguém e não dá a mínima para a opinião pública. Somente ele dita o destino dessa cidade e sabemos q na democracia não é bem assim.

  3. Avatar Cecília disse:

    Parece brincadeira, Paulo Antonio Filho lista vários motivos que o fizeram não gostar de Jataí, apresentou vários argumentos para validar sua opinião, e até o momento aparece dois comentários somente para dizer: que ele deve ir embora mesmo, que vai tarde. Cada vez mais vejo que as pessoas se comportam como crianças birrentas, kkkkk. Não tem um comentário aqui para dizer que ele está mentindo, ninguém apresentou nenhum dado ou argumento para provar que ele está errado. E o que acho mais absurdo é que muitas pessoas escoram na ideia que: “mas não existe cidade perfeita, que todo lugar tem crime, pessoas em outros lugares também enfrentam problemas com o sistema de saúde pública, blá, blá,blá… Isso deveria ser motivo suficiente para nos envergonharmos, e motivo suficiente para tomarmos uma atitude, porque se não daqui a pouco vai ter louco dizendo por exemplo: “Ih fui assaltado! Mas tem problema não, isso acontece o tempo todo em outras cidades também!

  4. Avatar VOX disse:

    Paulo, realmente Jataí tem que avançar em algumas áreas, principalmente naquilo que depende de ações do governo do Estado, como educação, saúde e segurança pública. Nesta áreas, Jataí está de mãos atadas porque depende de um governo, que parece nutrir uma especial perseguição à cidade.
    Em uma de suas ações que prejudicaram Jataí, ele fez de TUDO para fechar o nosso CIAJ (Centro de Internação de Menores Infratores de Jataí), que era referência e modelo para o país, alegando que o nosso município “não tem competência jurídica para gerir um órgão desta natureza”.
    Aqui em Jataí parte do pagamento dos poucos policiais (PM) que tem no município são feitos pela própria Prefeitura; a Delegacia de Polícia Civil (que é considerada como a melhor do estado) foi construída com recursos do município; e por aí vai..
    No que se refere aos “87 homicídios em 2013”, isso foi uma excepcionalidade que ocorreu por rivalidade entre facções criminosas formadas por pessoas que estavam vindo de fora para atuarem aqui no município. Destacando, que hoje estão quase todos presos.
    Em relação às fugas da cadeia, infelizmente dependemos do governo do estado. Porque se dependesse do nosso município, isso já teria sido resolvido.
    Em relação ao Centro Médico Municipal, que apesar de ser MUNICIPAL sempre atendeu todos os municípios da região (inclusive Rio Verde), a unidade foi transformada em “Hospital das Clínicas” e partir de agora será um “hospital de referência” (como pode ser lido no letreiro em sua fachada) e administrado pelo Governo Federal, através dos curso de saúde da UFJ (Universidade Federal de Jataí) como Medicina, Fisioterapia, Enfermagem, Psicologia, etc.
    Quando você ironizou dizendo “…cidade rica, ledo engano”, você mesmo entrou em contradição quando disse “Jataí possui hoje um dos índices mais elevados de custo de vida do estado”; “uma cidade feita para ricaços”; “o mercado imobiliário é completamente sem noção, os proprietários de imóveis cobram fortunas por habitações modestas”. Como isso pode ser realidade numa cidade que segundo você “NÃO é rica”??
    Saiba que somos hoje “a cidade com a segunda maior renda por habitante no estado” segundo a ONU. Perdemos apenas para Goiânia.
    Somos “a cidade com o mais alto índice de pessoas com curso superior por habitante do estado” e “a cidade com o menor índice de analfabetismo de Goiás” , segundo a SEPLAN/ GO.
    Somos “o segundo maior centro universitário dfo estado de Goiás” (IBGE).
    Temos a maior frota de avião do estado (IBGE).
    Somos “a cidade com a maior frota de carros importados do estado” (IBGE).
    Essa riqueza se deve ao fato de sermos “uma das maiores regiões produtoras do mundo” e por sermos responsáveis “pelas técnicas agrícolas mais avançadas do mundo” (EMBRAPA).
    Você disse “a ausência de opções de lazer, programas turísticos entediantes levam a cidade se esvaziar em finais de semana e feriados longos”. Creio que você está enganado, porque para aqueles que conhecem a cidade as opções de lazer e turismo são muitas, inclusive basta ficar no Parque JK na entrada da cidade durante os feriados para ver a quantidade de pessoas vindo de fora para se divertirem na cidade.
    Você generalizou dizendo “nos finais de tarde, donos de bares enchem as calçadas de mesas e cadeira”, mas saiba que isso é da nossa cultura e que a Prefeitura autorizou esse hábito porque isso se dá em horários que tem pouquíssimo trânsito de pedestres nos locais (das 18:00 horas em diante), até mesmo porque aqui as pessoas andam muito pouco a pé pela cidade, pois Jataí é a cidade com mais veículos por habitantes do estado (IBGE).
    Referente ao “trânsito desorganizado”, segundo você, saiba que nosso sistema de trânsito é referência e somos constantemente visitados por gestões de outros municípios do Brasil (principalmente por municípios vizinhos) para verem como mudamos nosso trânsito para melhor. Minha profissão exige, que eu dirija o dia todo por Jataí e posso afirmar que nossos motoristas são muito educados e que nosso problema é com aqueles que são de fora e ainda não se situaram no trânsito da cidade.
    Mas, mesmo ainda tendo alguns probleminhas para resolver, ainda fomos considerados pela ONU (Organização das Nações Unidas) como “a cidade com a melhor qualidade de vida de Goiás” em 2014. Veja o link da matéria da Globo: http://g1.globo.com/goias/jatv-2edicao/videos/t/edicoes/v/jatai-e-a-melhor-colocada-de-goias-em-ranking-municipal-de-qualidade-de-vida/3790021/
    Sinto muito ela não ser “muito amigável” para aqueles que vem se aventurar por aqui despropositadamente. Pois, Jataí é considerada uma excelente cidade para pessoas fortes e de grandes projetos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.